Como cuidar das unhas

Unhas longas, fortes e saudáveis ​​são possíveis! Confira 10 dicas e uma dica bônus de como cuidar das unhas.

Como um novo corte de cabelo novo ou um regime de cuidados da pele, unhas saudáveis e bem cuidadas são uma parte integrante de uma mulher que se cuida e quer estar sempre bonita e arrumada.

Infelizmente, os especialistas dizem que tanto homens quanto mulheres são vítimas de mitos sobre como cuidar de unhas. Além disso, muitos de nós dependem da orientação de salões, alguns dos quais podem não estar cuidando das nossas unhas da maneira correta.

Para ajudar você a entender o que é bom e o que é ruim na hora de cuidar das unhas, aqui você confere 10 dicas para conseguir unhas saudáveis, bem cuidadas e elegantes.

  1. Não corte as cutículas

Se você tem suas unhas feitas profissionalmente ou se você mesma (o) faz em casa, a dica número um é deixar suas cutículas quietinhas. Muitos dermatologistas já alertaram para o perigo de se cortar as cutículas e para aqueles que ainda não conseguiram dar ouvidos a esse conselho, é hora de leva-lo em conta.

A cutícula é uma a barreira natural para fungos e bactérias, portanto, uma vez que você corta suas cutículas, toda a proteção é perdida. Além disso, cortas as cutículas não só as deixará mais feias (vermelhas, inchadas e irregulares) mas também pode fazer com que você desenvolva uma infecção desagradável que prejudicará a base da unha, levando a danos permanentes. 

Mas e empurrar as cutículas, pode? Também não, o ideal é deixar as cutículas ali onde estão para que elas possam fazer seu trabalho e proteger suas unhas. Ainda que empurrar as cutículas seja menos danoso do que cortá-las, os dois processos devem ser evitados a todo o custo se você quer unhas bonitas e saudáveis. Leia também sobre: unha de fibra de vidro.

  1. Use endurecedores de unhas com moderação – ou não use

A grande verdade sobre os endurecedores de unha é que muitos deles fazem mais mal do que bem. O que acontece com esses produtos é que eles não são estudados clinicamente, então a maioria de seus benefícios não são cientificamente comprovados. 

A menos que suas unhas sejam excepcionalmente fracas e frágeis, a grande maioria das pessoas não terá benefícios pelo uso de um endurecedor de unhas. Mas porquê?

A explicação para isso é que unhas saudáveis ​​são unhas flexíveis, e portanto, se você quer evitar que elas quebrem você deve evitar que elas fiquem mais frágeis e não utilizar endurecedores, que podem inclusive, deixá-las com fissuras e rachaduras.

  1. Hidrate a base da unha e a cutícula

Embora existam poucos estudos mostrando que hidratar a base da unha fará ela crescer mais rápido, a hidratação das unhas pode deixar as cutículas mais saudáveis e ajudar a proteger as unhas de se quebrarem devido à falta de umidade. 

Se suas unhas são propensas a quebra, isso pode significar que eles precisam de umidade, e colocar algum óleo hidratante em torno da cutícula ajuda a hidratar toda a unha, o que irá reduzir a incidência de lascas e rachaduras.

  1. Tome suplementos de biotina

Em vários estudos, pesquisadores descobriram que os suplementos de biotina (um membro da família da vitamina B) aumentaram a espessura das unhas e impedem fissuras e quebra. 

Em um estudo feito na Alemanha e que avaliou 45 pessoas com problemas graves na unha, 2,5 miligramas de biotina ingeridos diariamente, por alguns meses trouxe benefícios a grande maioria dos participantes, com 91% deles citando melhorias significativas.

  1. Não vá tanto a manicure e pedicure

Embora seja difícil largar as facilidades de ir a manicure e pedicure, um recente estudo mostrou que aquelas pessoas que vão a manicure regularmente eram as mais propensas a sofrer de unhas secas e quebradiças. A grande razão para tal, segundo os médicos, é que em salões de beleza há uma maior exposição a produtos químicos e muito fortes que são aplicadas as unhas.

Foi registrado também que pessoas que vão regularmente a uma manicure ou pedicure, sofrem de infecções crônicas nas unhas, evidenciadas por áreas inchadas e avermelhadas em torno da base da unha.

Porém, se você não quer abrir mão de uma manicure ou pedicure, uma maneira de reduzir os problemas, dizem os especialistas, é levar suas próprias ferramentas para a manicure. Isso pode reduzir o risco de infecções e ajudar a garantir uma experiência mais saudável.

  1. Evite os removedores de esmalte à base de acetona

Você provavelmente está se perguntando com o que irá remover o esmalte sem ser com acetona. Pois é, existem removedores de esmalte sem acetona e eles são muito melhores para a saúde da sua unha.

O único produto que todos os dermatologistas concordam que você deve evitar se você tem unhas frágeis é o removedor de esmalte à base de acetona, uma vez que elas deixam as unhas ainda mais frágeis e quebradiças, e não é difícil perceber isso quando estamos tirando nossos esmaltes com acetona.

  1. Evite as lixas muito duras

As famosas lixas alaranjadas que todos costumamos usar e abusar são muito duras para unhas, causando pequenas fissuras e rachaduras que levam à sua quebra. Em vez disso, lixe suas unhas com lixas mais macias, e não faça isso indo para frente e para trás ou de um lado para o outro, mas de maneira contínua e uniforme para reduzir o risco de quebra.

  1. Não exagere ao lavar as mãos e limite o contato das suas unhas com produtos químicos de limpeza

Tão saudável como pode ser lavar as mãos com frequência, lavar as mãos demais pode ajudar a estragar e acabar com a saúde das suas unhas. Se você estiver em uma profissão onde lavar as mãos frequentemente é obrigatório, use um hidratante tantas vezes quanto possível e esfregue um pouco mais em torno das suas cutículas várias vezes ao dia.

Ao fazer tarefas domésticas, minimize o contato com produtos químicos agressivos, incluindo detergente, usando luvas de borracha sempre que possível.

  1. Atenção aos seus shampoos

Enquanto a maioria das mulheres sabem quando um shampoo não se dá bem com seu cabelo, muitas não percebem que eles podem não se dar bem com suas unhas – mesmo se seu cabelo parece ótimo. 

Isto, dizem especialistas, é particularmente verdadeiro quando falamos de shampoos detergentes, ou aqueles para cabelos oleosos, que são projetados para tirar lipídios e outros óleos naturais do couro cabeludo. Se suas unhas estão muito secas e você está usando qualquer produto que retira óleos, há o potencial de que eles estejam secando suas unhas.

  1. Se for colocar unhas postiças, coloque somente nas pontas

Todos os especialistas concordam que, em geral, as unhas postiças são péssimas para a saúde das unhas, frequentemente levando ao surgimento de fungos ou mesmo infecções bacterianas (às vezes causando danos permanentes). 

Se você não quer ou não pode abrir mão das unhas postiças, tente coloca-las somente na ponta das unhas. Embora ainda possam causar problemas, o potencial de dano é menor uma vez que a área coberta é menor. Mas se puder ficar com as unhas naturais, faça isso e cuide bem delas, e elas ficarão muito mais bonitas e saudáveis do que com as unhas postiças.

Bônus: Preste atenção nas suas unhas e em sinais de problemas de saúde

Na maioria das vezes, problemas com as unhas podem ser atribuídos a exposição a produtos químicos de limpeza, uso de produtos para unhas secas, ou apenas abuso físico geral, como digitação ou uso excessivo da pontas dos dedos, porém, se suas unhas estão com um aspecto muito diferente do normal, isso pode significar que seu corpo está tentando te dar um aviso.

Se você estiver com:

Unhas brancas – Pode significar doenças no fígado

Unhas metade rosadas/ metade brancas – Pode significar doença renal

Unhas amareladas e menores – Pode significar doença pulmonar

Base da unha pálida – Pode significar anemia

Unhas amareladas com um leve rubor na base – Pode significar diabetes

Fique de olho nas suas unhas, cuide sempre bem delas para que elas cresçam com saúde, não se esqueça das unhas dos pés, e em casos mais graves, procure um médico.

Conteúdo publicitário. 



Fale com a Redação

doze + 6 =