COLUNAS

Coluna Esplanada: Ameaça, Base

25 de maio de 2022 às 08:28
Publicidade

Embate

Ministros palacianos e a equipe econômica travam, nos bastidores, um embate provocado pela previsão de cortes no orçamento deste ano. As planilhas do Ministério da Economia sinalizam a necessidade de bloqueio que pode chegar a R$ 16 bilhões. O que incomodou a ala política do Governo foram informações de que as emendas parlamentares – RP2 (de bancadas), RP8 (de comissões permanentes) e RP9 (de relator) do Congresso Nacional – poderão ser alvo da navalha da equipe de Paulo Guedes.

 

Base

Articuladores políticos do Planalto atuam para blindar as emendas e evitar desgastes com o Centrão e a base bolsonarista em ano eleitoral.

 

Teto

O Governo já confirmou o corte de R$ 9,9 bi em recursos de ministérios para cumprir o teto de gastos. Outros R$ 5 bilhões devem ser bloqueados para bancar os 5% de reajuste nos salários dos servidores federais.

 

Revés

Derrotado na disputa à presidência da Comissão de Constituição e Justiça, o deputado bolsonarista Major Victor Hugo (PL-GO) sofreu novo revés. Contrariando orientação do Planalto, o PL escolheu Lincoln Portela (MG) para concorrer à 1ª vice-presidência da Câmara.

 

Limpa

Indicado para assumir a presidência da Petrobras, Caio Paes de Andrade apagou fotos de viagens e eventos de suas redes sociais. No Instagram, que é público, manteve apenas registros de agenda de trabalho. Diferentemente do químico José Mauro Coelho, funcionário de carreira do setor público, Caio é indicado por Paulo Guedes, que defende constantemente a privatização da estatal.

 

Ameaça

Outra ameaça: discute-se na Câmara a Medida Provisória nº 1112, a MP da sucata, que tira dinheiro da pesquisa, proveniente da legislação de óleo e gás, para reformar caminhões. Com a Eletrobras à venda, fecha-se o ciclo de entrega completa do patrimônio nacional, alerta o Conselho Nacional das Fundações de Apoio das Universidades Públicas e Institutos Federais de Ensino e Pesquisa (Confies). Quem dá mais?

 

De juiz a réu

Desde que anunciou a pretensão frustrada de concorrer à Presidência, o ex-juiz Sergio Moro passou de investigador a investigado. Foi alvo do TCU – em apuração sobre o contrato com o escritório Alvarez & Marsal -, do Ministério Público, por transferência de domicílio eleitoral, e agora é réu em ação movida pelo PT por suposto prejuízo à Petrobras.

 

Oposição

Grão-tucanos que se opõem à aliança com o MDB citam dois fatores para que o PSDB   escolha novo nome para a disputa à Presidência: o “fraco” desempenho de Simone Tebet (MDB-MS), abaixo de três pontos nas últimas pesquisas, e a falta de apoio da ala veterana do partido que, além de criticar a senadora, está fechada com Lula e Alckmin.

 

Cúpula

A Cúpula dos Povos Rio+30 já está com 180 ONGs, movimentos sociais, coletivos e redes de porte nacional e internacional confirmados. O evento marca três décadas da realização da Rio Eco 92 e acontecerá no Rio de Janeiro em outubro. Entre as 180 instituições, estão a Coordenação Nacional de Entidades Negras (Conen); Fridays for the Future Brasil e Greenpeace Brasil.

 

Taxa

A Comissão de Meio Ambiente da Câmara discute amanhã o impacto da Taxa de Cobrança de Fiscalização Ambiental (TCFA). O debate foi proposto pelo deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) que critica “distorções” ao explicar que a cobrança é feita sobre as atividades potencialmente poluidoras e utilizadoras de recursos ambientais.

 

Transporte

Análise feita pelo Radar CNT do Transporte revela que o maior aumento de preços se deu para os combustíveis (3,20%). O óleo diesel teve inflação de 4,74% em abril, atrás apenas do etanol (8,44%), e acumula alta de 23,88% em 2022 e de 53,58% em doze meses.

 

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE