CMS recomenda medidas efetivas e aguarda resposta de Cascavel

Uma das recomendações é o fechamento dos bares e outros locais que possibilitem a aglomeração de pessoas

Cascavel – O CMS (Conselho Municipal de Saúde) recomendou ao Município de Cascavel que sejam adotadas medidas efetivas de contenção do novo coronavírus e ainda aguarda o posicionamento do secretário Thiago Stefanello, que não assinou a resolução. “Nós recomendamos que sejam tomadas medidas que envolvam a população efetivamente, como orientação mais direta, carro de som nos bairros… a comunidade precisa entender que a situação é séria e que todos precisamos fazer a nossa parte. Outra recomendação é o fechamento dos bares e outros locais que possibilitem a aglomeração de pessoas. O secretário não assinou o documento do Conselho e tem até a próxima segunda-feira (29) para se manifestar sobre. Caso não o faça, o documento será encaminhado ao Ministério Público”, alerta o presidente do Conselho Municipal de Saúde de Cascavel, Elton José Munchen.

Governo do Paraná

Elton reforça a necessidade de a população colaborar, seguindo as medidas recomendadas pelas autoridades: “Temos que cobrar, sim, do poder público, mas a situação é muito séria e, se cada um não fizer a sua parte, os governantes sozinhos não conseguem resolver o problema. Quanto menos ajudarmos mais vai demorar e mais vidas podem ser perdidas”, ressaltou Elton.

Sobre a resolução, o secretário Thiago Stefanello respondeu apenas que “precisa verificar a situação”.

Cascavel aguarda posição da Sesa

Mesmo após o COE (Comitê de Operações de Emergência) recomendar ao prefeito Leonaldo Paranhos o fechamento de serviços não essenciais, com base na matriz de risco da disseminação do novo coronavírus, o Município deve aguardar o posicionamento do Estado para tomar medidas diferentes das que estão em vigor.

De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, o Executivo deve aguardar o posicionamento do Estado porque a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) tem falado em fechamentos mais rígidos de forma regional e o secretário Beto Preto tem citado sempre a região de Cascavel como essa possível área para medidas mais severas. Dessa forma, até a manifestação do Estado, que pode ocorrer a qualquer momento, o decreto atual continua vigente. Ou seja, até segunda ordem, o lockdown ocorrido no último fim de semana não deve se repetir. O comércio está autorizado a funcionar, inclusive os supermercados devem abrir neste domingo (28).

 

 


Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação