CBF banca Tite independentemente de resultados

O técnico Tite não será demitido do comando da seleção mesmo se não vencer a Copa América de 2019. É o que afirma o futuro presidente da CBF, Rogério Caboclo, que assumirá o cargo em breve. Após apresentação dos preços dos ingressos da competição continental, o dirigente afirmou que o trabalho seguirá. “Se isso deixa ele motivado, é bom para ele. Mas o contrato é de quatro anos”, explicou ele, afirmando que não mandaria embora o treinador em caso de insucesso.



Fale com a Redação