Única equipe com três jogos ainda por fazer na primeira fase da Série Ouro do Campeonato Paranaense, o Cascavel Futsal inicia hoje a sequência decisiva de confrontos que terá neste mês de outubro Em busca de terminar a fase classificatória do Estadual entre os três melhores, a Serpente desafia o Marreco às 20h30 desta quarta-feira, no Ginásio Arrudão, em Francisco Beltrão, em partida atrasada da 11ª rodada.

O time beltronense é o terceiro colocado com 47 pontos em 22 jogos disputados, enquanto a equipe cascavelense tem 40 pontos em 21 partidas realizadas. Depois desse jogo, o Cascavel ainda terá o compromisso da 12ª rodada pela frente, no sábado, em casa, contra o Pato. Depois desses jogos haverá a 13ª e última rodada, com cinco partidas marcadas para iniciar simultaneamente às 20h30 do dia 26 (sexta-feira).

Ou seja, o Tricolor poderá tentar avançar em terceiro na classificação e assim ter um confronto teoricamente menos complicado nas quartas de final. Caso contrário, chegará à última rodada com a quarta posição ameaçada e correndo o risco de ter de atuar como visitante no mata-mata dos playoffs.

 

Rival “mordido”

O Marreco chega para este jogo em busca da reabilitação em casa. É que no último sábado o time beltronenese conheceu sua primeira derrota diante seu torcedor na competição, na derrota (5 a 3) para o líder Marechal, pelo encerramento da 12ª rodada. Até então, o Marreco ostentava 100% de aproveitamento dentro de casa, em 10 jogos no Arrudão. Para o jogo de hoje, o técnico Paulinho Gambier tem o retorno do pivô Sinoê, de volta de suspensão. Já o técnico Nei Victor não conta com o goleiro Ramón, lesionado, e o ala Kauê, suspenso. Já o ala Adeirton é dúvida.