Cascavel – O primeiro caso de morte por dengue do ciclo epidemiológico 2021/2022 de Cascavel foi registrado na quinta-feira (12). A vítima é uma mulher de 36 anos, que faleceu em decorrência de complicações causada pela dengue hemorrágica. A morte da jornalista Patrícia Araújo, que trabalhava na Catve, causou bastante repercussão nas redes sociais.

De acordo com a Vigilância em Saúde Ambiental de Cascavel, o caso está sendo investigado.

Segundo relatos de amigos, ela foi internada um dia antes, sentindo muitas dores no abdômen. O quadro se agravou rapidamente, e ela foi a óbito na quinta-feira.

De acordo boletim de arboviroses divulgado pelo Município no dia 4 de agosto, o ciclo epidemiológico de 2019/2020 terminou no dia 31 de julho com 131 casos de dengue e nenhuma morte, com redução de 98% nos casos em relação ao ciclo anterior.