Cascavel – Estádio que ainda precisa de adequações, mesmo tendo passado por uma reforma que custou mais de R$ 8 milhões há dois anos, o Estádio Olímpico Regional Arnaldo Busatto, em Cascavel, terá novo TAC (Termo de Ajuste de Conduta) para poder receber jogos em 2019, ano em que a cidade terá pela primeira vez duas equipes na elite do Campeonato Paranaense de Futebol.

Pelo menos é isso que se encaminha depois de reunião entre Secretaria Municipal de Cultura e Esporte e Ministério Público. É que o TAC firmado em 2017 já teve o prazo estendido para 2018, e uma terceira renovação só é possível com a concordância do MP. Essa alternativa, entretanto, é por “segurança”.

“O projeto para as rampas já está pronto e a intenção é começar a obra tão logo se finalize a licitação, que está no prazo de homologação do concreto bombeado. Eu gostaria de começar ainda este ano, antes do recesso, mas o TAC, assim que formalizar, irá nos dar mais uns seis meses de segurança, caso as coisas não ocorram como imaginamos”, explica o secretario de cultura e esporte, Ricardo Bulgarelli.

O imbróglio no Estádio Olímpico se dá na inclinação das rampas de acesso do público às arquibancadas. Ainda de acordo com Bulgarelli, o Ministério Público pediu confirmações de que o Município estaria buscando corrigir o problema: “foi oficiada a Secretaria de Obras, solicitando cópia da licitação do concreto bombeado e se teríamos mão de obra para o serviço, o que também foi atendido, com cópia do contrato com a PIC [Penitenciária Industrial de Cascavel], dos apenados. Então, acredito que não haverá problema, mas oficialmente ainda não recebemos a resposta do MP”.

Amistoso no estádio?

O próximo jogo no local deverá ser já na próxima semana, quando o FC Cascavel tem amistoso marcado contra o Operário, na quarta-feira (19). O jogo, inicialmente, está marcado para o centro de treinamento do time cascavelense, mas poderá ser realizado no Estádio Olímpico.