Campeonato Sul-Centro Americano: Maringá receberá a seletiva para o Mundial de Handebol

O grupo já está reunido desde o último dia 2 para um período de treinamentos em Taubaté (SP), onde ficará até a véspera do Sul-Centro Americano.

Curitiba – Cidade que mantém a hegemonia da modalidade nos campeonatos estaduais no Paraná, Maringá receberá nos próximos dias as principais seleções masculinas de handebol do continente, para as disputas do Campeonato Sul-Centro Americano, que será realizado de 20 a 26 de janeiro, nos ginásios Chico Netto, Parque do Japão e Cerhand, e é classificatório para o Mundial de 2021, no Egito.

O Sul-Centro Americano corresponde ao antigo Pan-Americano de Handebol e reunirá as seleções de Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, Bolívia e Paraguai. A competição ocorrerá pela primeira vez no Brasil e Maringá foi escolhida estrategicamente pela força, tradição e qualidade de seu handebol no cenário esportivo nacional – suas equipes adultas estão na Superliga Nacional e foram campeãs estaduais nos últimos anos; elas três vezes e eles duas vezes consecutivas.

Presidente da Confederação Brasileira de Handebol, Ricardo de Souza ressalta a importância do Sul-Centro Americano. “É uma competição que oportuniza três vagas para o Campeonato Mundial no Egito, em 2021, que será transmitida ao vivo via internet pela Tvnsports e que trará uma visibilidade enorme a Maringá”.

Para a seleção brasileira, será a primeira oportunidade para deixar uma boa impressão ao técnico espanhol Daniel Gordo Ríos, anunciado no fim de novembro e que há um mês convocou a equipe pela primeira vez. O grupo já está reunido desde o último dia 2 para um período de treinamentos em Taubaté (SP), onde ficará até a véspera do Sul-Centro Americano.

Equipe olímpica

Além do torneio Sul-Centro Americano, a expectativa é que o grupo de jogadores chamados por Daniel Gordo para a competição em Maringá dispute também, em abril, o Pré-Olímpico Mundial para os Jogos de Tóquio 2020. Para estar entre as seleções que vão participar dessa seletiva, os brasileiros precisam torcer para que o Egito vença o Campeonato Africano (de 15 a 25 de janeiro), garantindo assim uma vaga direta na Olimpíada e abrindo uma possibilidade para o Brasil no Pré-Olímpico.



Fale com a Redação

20 − 20 =