As buscas pelo Casal Kawane Cleve, 23, e Rubens Viguetti Junior, 29, entram no 10° dia sem que se tenha um “norte” para localizar os dois ou seus corpos. O desaparecimento do casal foi notado após uma moradora do Jardim Curitiba em Goioerê encontrar o bebê de apenas quatro meses, filho do casal,  abandonado na frente de uma residência na segunda-feira (3).

Ao comentar o trabalho que está sendo realizado, o delegado da Polícia Civil de Goioerê, Hélio Nunes Pires, ponderou que não há lógica no desaparecimento do casal. “Se descartarmos a possibilidade de roubo ou sequestro, não tem razão para ocultação de cadáver”– salientou, dizendo que em caso de vingança, linha de investigação que está sendo seguida, a lógica seria a exposição dos corpos.

Auxílio nas buscas

Desde a tarde de terça-feira, (11), 10 policiais que integram o Grupamento de Operações Aéreas e o Grupo Tigre estão em Goioerê para auxiliar tanto nas buscas como para auxiliar na coleta de informações que possam levar à localização do casal Kawane e Rubens.

As buscas são realizadas em locais definidos, como na zona rural de Moreira Sales, nas imediações do Apertado do Rio Piquiri, em Formosa do Oeste e na zona rural de Goioerê.

Fonte: GoioNews