O maranhense Marcelo Medeiros, titular da Yamaha Raptor 700, #183, no 44° Dakar, completou ontem os 254 quilômetros da terceira etapa em 3h06m51s, o quarto melhor tempo entre Quadriciclos FIM, e a 5m03s do vencedor do dia, o argentino naturalizado americano Pablo Copetti. Com o resultado do dia, o piloto da Tagracing Team sobe para a sétima colocação na classificação geral, com 15h15m42s na somatória acumulada de tempos.

Em função das condições climáticas que atingem o nordeste da Arábia Saudita, a Maratona foi cancelada e, com isso, os competidores tiveram acesso à assistência de suas equipes. O trajeto do trecho cronometrado, que a princípio seria de 368 quilômetros, também foi modificado. Mesmo com 114 quilômetros a menos que o programado, o percurso da especial, em forma de laço, nos arredores de Al Qaisumah, manteve seu altíssimo grau de dificuldade, peculiar ao Dakar. Por causa das chuvas, o terreno arenoso ficou pesado e aderente, sem contar as dunas e o frio, na casa dos 10ºC. Como nas etapas anteriores, atenção na navegação e gerenciamento do equipamento, sobretudo dos pneus, foram fundamentais para que os competidores finalizassem a prova.

“Foi um dia de muita duna, muito frio e muito difícil. Estou satisfeito com meu resultado e consegui subir uma posição na classificação geral. Meu foco agora está em recuperar o tempo que acumulei ontem, por ter perdido o pedaço de pedal que apoia o pé. Estou muito confiante que eu consiga atingir meu objetivo no final da competição, que é ficar entre os três primeiros na categoria quadriciclo e pontuar no ranking da FIM”, revelou o maranhense, que faz sua quarta participação no Dakar.

A rota seguinte será até a capital do país, Riad, onde acontecem duas etapas em forma de anel aos arredores da cidade e será o descanso dos competidores. A especial de 465 quilômetros, a mais longa de toda a edição, prevê pistas rápidas de cerca de 200 quilômetros de comprimento, seguidas por cadeias de dunas, no trecho central, e uma variação de pisos rochosos, intercalados por pequenos riachos no final do percurso. Será uma das provas de maior resistência deste 44º Dakar.

 

Resultado da 3ª etapa do Dakar – Quadriciclos

1º) # 173 Pablo Copetti (USA), Del Amo Motorsports/Yamaha Rally Team, 3h12m48s

2º) #174 Alexandre Giraud (FRA), Yamaha Racing/Smx Dragon, 3h14m52s

3º) #170 Manuel Andujar (ARG), 7240 Team, 3h17m02s

4º) #183 Marcelo Medeiros (BRA), Tagracing Team, 3h17m51s

5º) #193 Alexandr Maksimov (RAF), Chyr Mari, 3h19m45s

6º) #187 Italo Pedemonte (CHL), Enrico Racing Team, 3h21m32s

 

Classificação da categoria Quadriciclos após três etapas

1º) #173 Pablo Copetti (USA), Del Amo Motorsports/ Yamaha Rally Team, 14h10m56s

2º) #174 Alexandre Giraud (FRA), Yamaha Racing/ Smx Dragon, 14h26m25s

3º) #193 Alexandr Maksimov (RAF), Chyr Mari, 14h40m08s

4º) #170 Manuel Andujar (ARG), 7240 Team, 14h42m29s

5º) #175 Kamil Wisniewski (POL), Orlen Team, 14h42m31s

6º) #192 Francisco Moreno (ARG), Drag’on Rally Team, 15h02m26s

7º) #183 Marcelo Medeiros (BRA), Tagracing Team,  15h15m42s

8º) #187 Italo Pedemonte (CHL), Enrico Racing Team, 15h19m33s

9º) #185 Zdenek Tuma (CZE), Barth Racing Team, 17h30m23s

10º) #179 Laisvydas Kancius (LTU), Story Racing SRO, 18h54m36s

 

Quarta etapa do Dakar – Quarta-feira

Al Qaisumah > Riad

Especial: 465 km

Deslocamento total: 707 km