COTIDIANO

Batido martelo: Cmei se muda para início de obras

04 de junho de 2019 às 10:51
Foto: Fábio Donegá
Publicidade

Agora é oficial: os 56 alunos do Cmei (Centro Municipal de Educação Infantil) Raio de Luz em Cascavel foram realocados para a Amoclau (Associação dos Moradores do Claudete), onde ficarão durante os próximos dez meses para que ocorra a reforma do espaço atual.

A associação fica do lado do Cmei e ontem (3) os alunos já tiveram a primeira aula no novo ambiente.

A decisão de para onde os alunos iriam demorou a sair, porque o salão comunitário também demanda algumas adaptações. “Nós sugerimos a construção de um banheiro com acessibilidade, reparos na parte elétrica e na cozinha”, disse o presidente da associação de moradores, Thiago Gluzezak. Isso porque o espaço não é ideal para as aulas.

A Secretaria de Educação informou que não pode realizar investimentos financeiros na estrutura da associação, mas que buscou parceria com a Cohavel e o Território Cidadão para a realização das adequações sugeridas e que será construído um banheiro no local.

Entenda o caso

No ano passado, a Amoclau foi atingida por um carro desgovernado e teve o muro quebrado. O Cmei Raio de Luz faz divisa com a associação e também foi atingido.

O muro da associação foi reerguido com recursos dos moradores e com mão de obra cedida pela Cohavel (Companhia Habitacional de Cascavel). No Cmei foram colocados tapumes improvisados para manter o local cercado, mas há um muro que ameaça cair.

Início das obras

Com os alunos realocados, agora os trabalhos são para iniciar as obras o quanto antes. A expectativa da Secretaria de Educação é de que a ordem de serviço seja assinada nos próximos dias. As obras estão orçadas em R$ 1.073.325,14.

Reportagem: Milena Lemes

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE