Guaíra – O Município de Guaíra divulgou ontem registros oficiais do Rio Paraná, que se encontra em baixa vazão de seu reservatório, deixando pedras à mostra e criando um novo cenário para a cidade, em especial ao Centro Náutico Marinas.

Segundo dados repassados pelo diretor de Pesca e Aquicultura, Thomaz Luiz Zeballos, o Guga, estima-se que o Rio Paraná tenha tido uma queda de 4 metros (média da barragem) em seu reservatório, mas isso não impediu que a natureza deixasse de refletir sua beleza por uma paisagem única. A queda é decorrente da estiagem que assola o Estado há quase dois anos.

Os registros foram feitos pela equipe da Diretoria de Comunicação Social e Imprensa. A diretora de Turismo, Ana Foletto, que estava presente, destacou que Guaíra conta com um privilégio em ter um cenário de fundo como esse, “uma paisagem como a do Rio Paraná”. “É surreal olhar a beleza e a riqueza daquele lugar”, enfatizou.

O secretário de Turismo, Esporte e Cultura, Marcelo Ronnie, também acompanhou a visita e ressaltou que diversas ações já foram feitas para embelezar o Centro Náutico Marinas, mas nenhuma delas será tão eficaz quanto o cenário proporcionado pelo Rio Paraná.