RIO – Um dia depois de a Procuradoria Geral da República pedir o arquivamento do inquérito que investiga agressão a sua ex-mulher, o candidato do PMDB à Prefeitura do Rio, Pedro Paulo, subiu a pé, nesta terça-feira, os 382 degraus da Igreja da Penha, no primeiro dia da campanha. Ele estava acompanhado da atual mulher e de dois filhos.

Durante a missa, Pedro Paulo disse esperar que esse episódio seja “página virada”.

? Todos nós acompanhamos o sofrimento ao longo desses últimos dez meses. A família da gente é uma rocha e esteve do meu lado. Espero que a gente faça disso uma página virada ? disse ele, que discursou em frente ao altar, chorou e leu dois salmos.

A missa se transformou praticamente em um ato de campanha. O candidato do PMDB fez promessas, como escolas de tempo integral. Já o padre Thiago Sardinha de Jesus desejou que ele vença as eleições e elogiou a administração Eduardo Paes, que Pedro Paulo pretende dar continuidade, caso seja eleito.

A legislação proíbe atos de campanha dentro de templos religiosos.