Publicidade

ESPORTES

Aos 83 anos, Pedro Muffato faz história ao sagrar-se campeão da Fórmula Truck

10 de dezembro de 2023 às 18:16
Publicidade

Quem gosta de automobilismo é testemunha de um dia histórico para o automobilismo de Cascavel. Pedro Muffato se sagrou campeão da Fórmula Truck com um show na chuva. O piloto de 83 anos largou na pole position e ganhou as duas corridas da 9ª e última etapa da temporada de ponta a ponta no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, neste domingo.
Por segurança, a direção de prova deu a largada com Pace Truck na pista. Foram duas voltas para que os competidores se familiarizassem com a pista molhada. Após duas volta, foi efetuado o procedimento de relargada, com os caminhões em linha indiana. Muffato pisou fundo e garantiu a primeira colocação, pressionado pelo catarinense Rogério Agostini, seu adversário na luta pelo título. Mas logo nas primeiras quatro voltas, Muffato conseguiu abrir mais de cinco segundos de vantagem, enquanto que Agostini perdeu duas posições e logo em seguida foi púnido com um drive-thru por queima do radar, ao passar com velocidade superior a 161 km/h no ponto demarcado. A partir daí Muffato caminhou tranquilo para a vitória na corrida 1, o que já lhe garantiu o título.
A segunda corrida teve largada normal, mas a pista escorregadia e com muitos pontos com óleo sobre o asfalto fez com que muitos pilotos rodassem e houve duas interrupção com o Pace Truck. Muffato foi um dos que escapou no Bacião, mas conseguir trazer seu Scania nº 20 de volta à pista sem perder a liderança. A partir daí chegou a sofrer pressão de Álvaro Bendo, mas foi o primeiro a receber a bandeirada quadriculada, para o delírio da torcida.
Muffato diz que a corrida 1 foi mais tranquila, mesmo com a chuva. Na segunda, a pista ficou um sabão, com vários pontos com óleo. “Na segunda corrida tive que ter mais cuidado. Cheguei a escapar no Bacião, mas consegui voltar. Agora é comemorar um título muito importante, que foi de muito trabalho da equipe”, frisou Muffato, da equipe Muffatão/Açucareira Energy.

Resultados
Aos ganhar das duas corridas, Muffato conquistou a vitória na 9ֺª etapa, somando 40 pontos. Em segundo se classificou Álvaro Bendo, com 34; seguido de João Santa Helena (34), Jorginho “Feio” Ribeiro (28), Rogério Agostini (25) e Niltinho Jacobsen (23), que pela ordem, fecharam as seis primeiras colocações da prova.
Na categoria-Truck (bomba injetora), a vitória foi de Daniel Lovato , que somou 34 pontos. Douglas Collet conquistou o segundo lugar, também com 34 pontos, mesma pontuação de Márcio Rampon, que ficou em terceiro pelos critérios de desempate, mas garantiu o bicampeonato, já que Duda Conci terminou em nono (19 pontos), depois de viver um drama no fim de semana, com motor quebrado na sexta-feira e no sábado e correu com um motor emprestado, que só ficou pronto na hora da largada. Porém, mesmo tendo que largar dos boxes, o motor de seu caminhão não pegou e ele teve que partir com uma volta de atraso. A partir daí fez várias ultrapassagens, recebendo os aplausos da torcida em todas as voltas.

Classificação
A classificou do campeonato tem Pedro Muffato como campeão da categoria GT Truck ao somar 281 pontos. Rogério Agostini, campeão do ano passado, garantiu o vice-campeonato, com 230 pontos, ao passo que o gaúcho Jorginho “Feio” Ribeiro ficou com a terceira colocação, com 194 pontos.
O título da categoria F-Truck é do curitibano Márcio Rampon, que ao somar 263 pontos tornou-se bicampeão. Duda Conci, de Cafelândia (PR) ficou com o vice-campeonato, com 254 pontos, ao passo que o gaúcho Rafael Fleck garantiu a terceira colocação no campeonato, com 22 pontos.

Foto: Tiago Guedes

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE