COTIDIANO

Agosto Dourado: A amamentação favorece a saúde da mãe e do bebê

05 de agosto de 2022 às 10:01
Profissionais de saúde orientam sobre amamentação na Semana Mundial de Aleitamento Materno, no Palácio do Catete.
Publicidade

Cascavel – A cor dourada é lembrada no mês de agosto, chamando a atenção para conscientização sobre a importância do aleitamento materno. A campanha Agosto Dourado foi criada em 1992 exatamente com o objetivo de conscientizar sobre a amamentação, tão fundamental para a saúde das crianças, protegendo-as contra a obesidade, infecções, diarreia, infecções respiratórias e alergias.

“Fortalecer a amamentação educando e apoiando” é o tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno 2022, escolhido pela Organização Mundial da Saúde, comemorada na primeira semana de agosto. Este ano a campanha quer envolver governos, agentes de saúde, empregadores e toda a comunidade para que estejam capacitados a fortalecer o apoio à amamentação no mundo pós-pandemia.

De acordo com a médica oncologista do Ceonc Hospital do Câncer, Michelle Hermann, os benefícios de amamentar são vários, ajudando a reduzir os riscos de câncer de mama, que é o mais incidente em mulheres no mundo, indicado por um estudo publicado pela revista científica Lancet em 2002, que envolveu 146 mil mulheres de 30 países. A experiência relata que o risco de desenvolver câncer de mama cai 4,3% a cada 12 meses de aleitamento.

Segundo a médica oncologista, durante a amamentação, ocorre a diminuição de taxas de hormônios que favorecem o desenvolvimento do câncer, como o estrogênio que é associado ao tumor hormonal. “É nessa fase que ocorre também o amadurecimento dos ductos mamários, por isso as mamas ficam mais protegidas pelas alterações celulares que causam o câncer”, explicou a médica.

Michelle reforçou ainda que o ato de amamentar ajuda também na prevenção das mastites, que é a inflamação nos tecidos mamários, da depressão pós-parto, perda de sangue evitando anemia, além de contribuir para a perda de peso. Tem mulheres que tem dificuldade de amamentar, mas, nesses casos, há onde pedir ajuda.

Banco de Leite

O Banco de Leite do Huop (Hospital Universitário do Oeste do Paraná) tem consumo diário de 5 a 6 litros de leite, que alimentam os bebês internados na UTI Neonatal e na Unidade de Cuidados Intermediários do hospital. Por isso, existe um trabalho constante para conseguir doadoras.

Para fazer parte desta ação e ser uma doadora de leite humano, é só ligar para o Banco de Leite, no telefone (45) 3321-5243. Toda mãe saudável e com exames pré-natais em dia pode realizar a doação, após a realização do cadastro ela irá receber as orientações necessárias, e um frasco esterilizado será levado até a casa da doadora, uma vez na semana a equipe faz a retirada do leite coletado.

Foto:ABR

+++

Sábado tem “Mamaço” no centro de Cascavel

O Projeto Maternar Cascavel junto ao Gesta Cascavel, voltou a organizar as ações do Agosto Dourado de forma presencial e com uma grande mobilização de parceiros no centro de Cascavel. Neste sábado (6), das 9h às 12h, em frente à Catedral de Cascavel, doulas e consultoras de amamentação e funcionárias do Banco de Leite vão dar orientações técnicas sobre amamentação e ajudar as mães que precisarem.

O Comboio da Saúde participa também com o ônibus da vacinação, para que os pais possam atualizar a carteirinha vacinal das crianças de até 2 anos. Às 10 horas será registrado o “mamaço”, momento em que as mães se unem para amamentar todas juntas. E durante todo o tempo, integrantes do Maternar e do Gesta estarão à disposição para orientar sobre como as famílias, os empregadores, os comerciantes e os profissionais da saúde podem dar apoio à mãe que amamenta.

Nayara Boiago, uma das organizadoras do evento, as ações presenciais têm um impacto visual e trazem visibilidade ao ato de amamentar. Para as mães que amamentam, será uma oportunidade de encontro, de fortalecer o pertencimento à uma causa tão nobre, para saber que estamos unidas nas dificuldades e percalços da amamentação e de exercer sua cidadania através do exemplo prático que apoia outras mães.

“Nossa ação de apoio, nesse ano, visa também mostrar às mães que elas podem recorrer a ajuda técnica, através de consultoria de amamentação e de orientações do Banco de Leite. Por isso, contaremos com profissionais presentes no dia para atender gratuitamente quem precisar”, ressaltou Nayara.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE