O presidente da Adepol (Associação dos Delegados de Policia Civil do Parana), Daniel Fagundes, destacou nesta quarta-feira, 7, a decisão da governadora Cida Borghetti de transferir a gestão de 37 carceragens das delegacias da Polícia Civil ao Depen (Departamento Penitenciário). "É um ato que marca de forma positiva a gestão do governo Cida Borghetti, um passo muito importante porque o preso em delegacia de polícia é uma marca muito negativa que atrasa a boa prestação de serviço público por parte da Polícia Civil", disse Fagundes.

"São quase 10 mil presos em delegacias e hoje estão sendo retirados mais de 6 mil. Com essas iniciativas, em poucos meses foi feito na gestão da governadora Cida, o que não havia sido feito nos últimos 10 anos ou mais", completou Fagundes.

Para a Adepol, a decisão de Cida tornou esta quarta-feira em um dia histórico. "A Polícia Civil tem que comemorar e deixar registrado, hipotecado, o agradecimento e reconhecimento à governadora pela sua sensibilidade. Em poucos meses à frente do governo, fez algo neste sentido que vai com certeza melhorar muito a qualidade da prestação de serviço por parte da Polícia Civil, principalmente nestas 37 unidades", disse Fagundes.

"Deixo o meu agradecimento e rendo novamente as homenagens (à governadora Cida Borghetti) em nome de todos os delegados de polícia do Paraná, em nome da nossa Adepol", completou.