Representantes da Itaipu Binacional, da Prefeitura de Foz do Iguaçu e de entidades atuantes no turismo de Foz do Iguaçu assinaram, nesta quinta-feira (13), a renovação, por mais cinco anos, do acordo de cooperação que institui a Gestão Integrada do Turismo. O documento, assinado em 2013 para 36 meses e prorrogado por mais 24 meses, venceu em agosto de 2018.

A renovação do acordo visa dar continuidade a um trabalho que vem dando certo, na visão do diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Marcos Stamm. “Esse acordo de cooperação é o que dá condições de cumprirmos nosso compromisso de desenvolver ações na região onde Itaipu está inserida. O turismo é fundamental não só para a usina, mas principalmente para a cidade e a região, porque é propulsor de riqueza e desenvolvimento”, completou o diretor.

O prefeito Chico Brasileiro enfatizou a importância da parceria. “Essa assinatura vem consolidar a gestão integrada e esse processo de crescimento do turismo de forma ordenada, participativa, com todas as instituições realmente unidas”, comentou.

Além de Stamm e do prefeito, também participaram da cerimônia de assinatura o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla; Jaime Nelson Nascimento, presidente do Visit Iguassu; e Ênio Eidt, secretário geral do Fundo Iguaçu. Representantes de diversas outras entidades também colaboraram como testemunhas.

Milionésimo visitante

Além de desempenhar seu papel como promotora do turismo na região, estabelecido pela missão da empresa, a participação de Itaipu na Gestão Integrada tem papel relevante, também, pela contribuição positiva que ela viabiliza por meio do Complexo Turístico Itaipu. Com o trabalho integrado realizado pelas instituições, o espaço acaba tendo ganhos em escala.

“A Itaipu também é uma geradora potencial de turistas. Somos o segundo polo de turismo na região, e devemos completar um milhão de visitantes esse mês. Claro que não ganhamos da nossa maravilha da natureza, as Cataratas do Iguaçu, mas queremos continuar crescendo”, reforçou Marcos Stamm.

O turismo é um dos pilares da missão da Itaipu Binacional. Além de a usina ser um importante atrativo turístico, a empresa atua na promoção da atividade turística como forma de estimular o desenvolvimento da região de fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.