Abaixo-assinado tenta impedir a instalação de balança perto de futura indústria em Quatro Pontes

O prefeito João Laufer esclarece que o abaixo-assinado não é contra a balança, mas em razão do local onde será alocada, pois se for instalada ali não serão permitidas atividades industriais

O Município de Quatro Pontes está prestes a contar com mais uma indústria de grande porte, que com o projeto já pronto visa se instalar em uma área na BR-163, depois da Samollé, o que irá fortalecer a economia local, gerar cerca de 300 empregos, além de renda para a cidade. Apesar da boa nova, está prevista a instalação de uma balança para fiscalizar veículos pesados nas proximidades onde será alojada a indústria, dificultando o acesso e inviabilizando a vinda da mesma. Por conta disso, no fim de semana o Poder Público se mobilizou e coletou assinaturas em abaixo-assinado.

Quando usar máscara de pano

O prefeito João Laufer esclarece que o abaixo-assinado não é contra a balança, mas em razão do local onde será alocada, pois se for instalada ali não serão permitidas atividades industriais. Portanto, a municipalidade conclamou munícipes e pessoas de localidades vizinhas a demonstrar união para que o município possa continuar se desenvolvendo.

“Temos diferentes preocupações em relação à balança. Se ela for instalada, a indústria não virá para Quatro Pontes, pois 500 metros antes e depois da balança não poderá ter indústrias, o que prejudicará muito o nosso munícipio. Além disso, todos os caminhões pesados passarão dentro da cidade, visto que o desvio da balança é fácil. Isso acarretará no estrago da avenida e do asfalto rural, que é outra via de escape. Assim, entramos em contato com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR). Ambos informaram que conseguiram transferir uma balança no Norte do Paraná através de abaixo-assinado da população e por isso sugeriram que nós também fizéssemos. Com o auxílio de vários funcionários e da comunidade conseguimos reunir muitas assinaturas. Ainda não temos o número exato, mas agradeço de coração quem contribuiu conosco. Precisamos trazer essa indústria porque irá gerar muitos empregos e renda para o município”, aponta.

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

9 + 12 =