No próximo dia 17 o Conselho de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Cascavel vai se reunir para discutir as vantagens de a cidade adotar ônibus elétrico no sistema de transporte de massa. O encontro deve contar com autoridades municipais, empresas de ônibus, IPC (Instituto de Planejamento de Cascavel), Cettrans (Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito) e demais interessados na sala Paraná da Acic (Associação Comercial e Industrial de Cascavel).

Segundo a supervisora do conselho, Patrícia Pacheco, esse é o momento de conhecer e entender as vantagens desse tipo de ônibus. “O conselho serve para abrir e apontar caminhos para a sociedade e dentro da área de mobilidade essa é uma opção necessária”.

Serão avaliadas questões de impacto nas tarifas, custo-benefício e meio ambiente.

O tema será apresentado pelo engenheiro Zeno Nadal, da Superintendência de Smart Grid e Projetos Especiais da Copel, e pelo gerente comercial da empresa Eletra Bus do ABC Paulista, José Antônio do Nascimento. Eletra é consolidada no mercado e é única no segmento, sua tecnologia é 100% brasileira. Somente as baterias são importadas.

Solução moderna e arrojada

 

A presidente de tração elétrica da Eletra Bus, Iêda Maria Oliveira, diz que Cascavel é uma cidade boa para essa tecnologia, já que os ônibus elétricos são uma solução moderna e arrojada. “Temos, por exemplo, o ônibus Dual, que é a melhor opção para Cascavel. Ele tem duas fontes de energia, bateria e combustão, chegando à emissão zero de CO2. Além de ele se adaptar facilmente, podendo virar totalmente elétrico, dependendo das necessidades da cidade”.