Umuarama registra quarta morte e 17 novos casos de covid-19

O registro elevou o número de pessoas infectadas pelo vírus para 109

A Secretaria Municipal de Saúde anunciou ontem (quinta-feira, 25) mais 17 casos positivos de covid-19 em Umuarama. O registro elevou o número de pessoas infectadas pelo vírus para 109.

Quando usar máscara de pano

Um novo óbito também foi registrado após a confirmação da morte de um homem de 78 anos, ocorrida na madrugada da última quarta-feira (24) e que aguardava resultado de exame pelo Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen). Agora são quatro vítimas fatais da doença.

Entre os 17 novos casos de covid-19 registrado em Umuarama, estão 12 mulheres, com idades de 14, 23, 26, 32, 34, 43, duas de 48 anos, 49, 53, 59 e 68 anos, e cinco homens com 28, 34, 36, 51 e 78 anos. Entre os 109 casos positivos, seis pacientes estão internados em enfermaria e 53 permanecem em isolamento domiciliar, sob monitoramento do Centro de Operações de Enfrentamento à Covid-19 (COE) Municipal, enquanto 46 pessoas já se recuperaram da doença.

O boletim divulgado ontem apresentou ainda 295 pessoas com suspeita de infecção pelo coronavírus, das quais 284 estão em isolamento, uma internada em UTI e 10 hospitalizadas em enfermaria; 674 suspeitas já foram descartadas, do total de 1.078 notificações registradas até o momento.

 

(box)

Altônia registra 6º caso

Em um boletim atualizado de notificações relacionadas com o coronavírus em Altônia (84 km de Umuarama), a Prefeitura, registrou o 6º caso positivo da doença na cidade. Por outro lado, um paciente que era monitorado pela Secretaria de Saúde com a doença terminou o período de quarentena e é considerado recuperado. Outras 9 pessoas passaram a ser acompanhadas com suspeita da doença. Com isso, o número total de pessoas monitoradas subiu para 34. Todas estão em isolamento domiciliar. A quantidade de casos descartados chegou a 47.


Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação