COTIDIANO

Três Oscips terão que devolver R$ 11 milhões aos cofres municipais

17 de junho de 2015 às 11:29
Publicidade

Cascavel – Recursos referentes a sete processos, quatro dos quais envolvendo prefeituras da região Oeste, foram negados pelo TCE-PR (Tribunal de Contas do Estado do Paraná), que manteve, com isso, a determinação para devolução de R$ 11 milhões por Oscips (Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público) aos cofres municipais.

Além disso, foram mantidas as multas relativas a esses processos, num total de R$ 492.920,20. Todos eles referem-se a convênios por meio dos quais municípios paranaenses repassaram recursos a essas instituições.

Entre os processos nos quais os recursos foram negados, cinco referem-se à Oscip Instituto Confiancce. E desses cinco, três foram firmados com as prefeituras de Santa Helena, Formosa do Oeste e São Miguel do Iguaçu.

Os outros processos são relativos a convênios do Instituto Corpore e Adesobras (Agência de Desenvolvimento Educacional e Social Brasileira). Esse último foi firmado em 2009 com a Prefeitura de Matelândia.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE