Curitiba – São três entidades de assistência social as ganhadoras deste mês dos prêmios distribuídos pelo programa Nota Paraná, mantido pela Secretaria de Estado da Fazenda. O programa devolve 30% do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) recolhido pela Receita Estadual ao consumidor que pede nota fiscal no comércio.

Os sorteios são mensais, mas cinco vezes por ano, nos meses de maio, junho, agosto, outubro e dezembro, os prêmios são maiores. A Amena Associação Mantenedora do Ensino Alternativo, de Curitiba, dedicada a crianças autistas, recebeu um cheque de R$ 200 mil; a Agepaz (Associação Agentes da Paz), de Paranavaí, ganhou R$ 120 mil; e o Lar de Idosos São Vicente de Paulo, da Lapa, recebeu R$ 80 mil.

Esse foi o 45º sorteio do Nota Paraná, sempre realizado por meio da Loteria Federal, e comemorou os quatro anos do programa criado para combater a sonegação. Até agora, já devolveu R$ 1,56 bilhão a cerca de 20 milhões de CPFs e R$ 140 milhões para 1,3 mil entidades que atuam em assistência social, saúde, defesa animal, esporte e cultura.

A presidente do Lar do Idoso São Vicente de Paulo, Maria Lúcia Ferrari Joanassi, disse que os R$ 80 mil recebidos agora significam muito para a instituição, mas o próprio resgate dos créditos do ICMS, feito mensalmente, é fundamental para sua manutenção: “As pessoas até riem, mas costumo olhar no lixo de lojas e lanchonetes em busca de notas”.

A Agepaz realiza trabalho voluntário de convivência e vínculo com crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, desenvolvendo projetos em parceria com a Prefeitura de Paranavaí com mais de 80 crianças. A Amena trabalha com crianças autistas e é referência no Paraná.

Como doar

Pedindo nota fiscal no comércio, o consumidor garante o recolhimento do imposto ao Estado e a consequente aplicação dos recursos em saúde, educação e no bem-estar da população. Quando não coloca seu próprio CPF, o contribuinte pode destinar a nota para uma entidade de assistência social, que vai fazer o resgate do imposto.