O técnico Tite descartou convocar Neymar para os amistosos da seleção brasileira em março caso ele não esteja 100%. O atacante sofreu uma nova fratura no quinto metatarso do pé direito e ainda não tem previsão de retorno aos campos. Uma nova cirurgia ainda não foi descartada. “Neymar não vai pagar o preço por causa da saúde. Perco meu emprego, mas não vou carregar essa responsabilidade de convocá-lo [machucado]”, disse o treinador, em entrevista coletiva, ontem, em Paris, na França. A equipe comandada por Tite enfrentará a República Tcheca, em amistoso preparatório para a Copa América, no dia 26 de março. Neymar sentiu o problema na última quarta-feira e ainda não tem prazo para retornar às atividades. Técnico do PSG, Thomas Tuchel confirmou que o brasileiro não estará à disposição para a primeira partida contra o Manchester United, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, no dia 12 de fevereiro.