O esloveno Vladimir Kevo foi o técnico do medalhista de ouro no lançamento do martelo nas Olimpíadas de 2008; em Foz, mostrou aos jovens que o esporte precisa ser valorizado além dos pódios

Os atletas do Instituto do Atletismo de Foz do Iguaçu (IAFI) tiveram nessa segunda-feira (25), a oportunidade de treinar com um técnico campeão olímpico. O esloveno Vladimir Kevo, treinador de Primož Kozmus, ouro no lançamento do martelo nas Olimpíadas de Pequim 2008, ministrou a primeira clínica internacional realizada no município.

Kevo ensinou não apenas as táticas para o lançamento do martelo, modalidade em que é especialista, mas também trouxe novas técnicas para melhorar o desempenho em outros esportes, como treinamentos físicos e sugestões para se manter uma mentalidade de atleta.

“Todos sonham com o pódio olímpico, é claro, mas devemos também valorizar também o trabalho para se chegar até lá. Vemos três no topo, mas quem não está lá ainda assim possui grandes histórias. É uma mentalidade que devemos valorizar”, afirmou Kevo.

Para os atletas da modalidade, o momento serviu para reter todo o conhecimento possível e ampliar cada vez mais a boa participação em campeonatos, como foi com Rallison Thomas, campeão dos Jogos Abertos e recordista paranaense com a marca de 61,85m

“Esse contato, mesmo que curto, com alguém que está no topo há tantos anos, muda completamente a nossa visão. São detalhes que são fundamentais para quem sonha em um dia chegar onde eles estão”, afirmou Ralison.

O treinamento também foi especial para Graciely Pinzan, outro grande talento do IAFI e também recordista paranaense no lançamento do martelo, com 52,34m. “O conhecimento dele é muito grande, então acatamos cada sugestão sem pensar duas vezes, pois ele entende o que deve ser feito e quais os caminhos para ir mais longe”.

Ambos os atletas estão nas categorias adultas e fizeram uma demonstração de lançamento para a análise tática de Kevo. Para quem ainda está nas categorias de base, foi difícil esconder a inspiração. “Um dia eu quero conseguir lançar tão bem quanto eles”, disse Eduarda Pizan, que aos 15 anos já é campeã brasileira sub-16.

Segundo o técnico esloveno, é isso que ele busca ao entrar em contato com os atletas mais jovens e que ainda estão no começo da carreira. “Passamos tanto tempo com os atletas de grande rendimento que às vezes esquecemos como essa sinceridade dos jovens é inspiradora. Eles não querem mostrar que são os melhores a todo instante, querem apenas aprender. Isso é um ensinamento que levo”, frisou Kevo.

Parcerias com IAFI

A visita de Kevo já foi organizada por meio da parceria que o IAFI firmou com o ex-atleta olímpico Jadel Gregório, consultor técnico da equipe. “Soube que ele estaria no Brasil e o convidei para participar de um treinamento conosco. Com toda a certeza foi enriquecedor para todos nós”, afirmou Jadel.

“Nós já mantemos um trabalho que capacita muito jovens, mas é sempre importante contar com a parceria de grandes nomes. Serve também para revigorar o ânimo de nossas promessas e continuarmos buscando mais”, garante o técnico do instituto, Sérgio Muniz, o “Quick”.

Instituto do Atletismo

Os talentos do instituto são mantidos pelo projeto Jovens Atletas Campeões do Futuro, uma parceria da Prefeitura de Foz do Iguaçu, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, em parceria com a Itaipu Binacional.

(Assessoria)