Londres – A Seleção Brasileira enfrenta o Camarões no Milton Keynes, em Londres, nesta terça-feira (20), às 17h30 (horário de Brasília). Esta será a última oportunidade de ver o time do técnico Tite em campo neste ano. Os jogadores treinaram domingo e ontem para encarar o adversário.

Em plena renovação após a decepção na Copa do Mundo da Rússia, o Brasil busca a sexta vitória consecutiva contra uma seleção de Camarões que se prepara para sediar a Copa Africana de Nações no ano que vem.

Apesar da vitória sobre o Uruguai (1-0) na sexta-feira, a partida contra o rival sul-americano não foi das melhores. Em um jogo truncado e com o Brasil desfalcado do lesionado Philippe Coutinho, o gol só saiu na parte final do duelo, em pênalti duvidoso de Diego Laxalt sobre Danilo que Neymar converteu, anotando seu 60º gol pela Seleção.

Mesmo assim, Tite se mostrou satisfeito com o desempenho da equipe e, principalmente, com as boas atuações de Allan e Richarlison, que saíram do banco e deram outra cara ao time.

“A equipe apresentou um futebol que a fez merecedora da vitória. Pelo número de oportunidades, pelo volume de jogo, pelos 600 passes, pela articulação. Por, na maioria das vezes, dominar o adversário. Porque é muito difícil controlar o Uruguai”, argumentou o treinador.

Sem segredos, Tite convocou para o amistoso: Alisson, Ederson; Gabriel Brazzão, Danilo, Dede, Fabinho, Filipe Luís, Marcelo, Marquinhos, Miranda, Pablo e Alan.

Bom nível

A CBF diz que o MK Stadium atende a todas as exigências para um espetáculo de bom nível: capacidade para 30 mil torcedores, bons vestiários e gramado adequado. Um fato inusitado é que hotel onde a seleção permanece hospedada está acoplado à arena.

Elogio

Com uma geração promissora e que receberá a Copa Africana de Nações em 2019, Clarence Seedorf promete partir para o ataque e, mesmo com apenas três meses no cargo, não se acanha diante da seleção brasileira. Por outro lado, ele avalia de maneira positiva o trabalho de Tite e o elogia: “É um grande treinador para mim”.