COTIDIANO

Saúde em primeiro lugar

21 de março de 2018 às 12:30
Publicidade

Roseli Aparecida Monteiro foi uma das centenas de mulheres que agendaram o exame de mamografia durante ação da Legião Feminina de Combate ao Câncer, ontem, no terminal de transbordo Leste, em Cascavel. Mais de 200 agendamentos foram feitos das 7h30 às 18h30.

“Sempre mantenho minha saúde em dia e quando há este tipo de oportunidade, não deixo passar”, diz Roseli, que agendou o exame para 2 de abril.

A voluntária Iria Garmatz lembra a necessidade da mamografia à saúde da mulher. “É de suma importância, pois quanto antes se descobre o tumor, maior a probabilidade de cura. Se a doença é diagnosticada muito tardiamente, há o risco de perda total da mama. Descobrindo cedo, isso pode ser evitado”, explica.

Iria reforça que não é preciso ter medo ou se sentir insegura quanto ao exame, que é rápido e causa apenas um leve desconforto. “Muitas das mulheres que abordamos durante estas ações querem fazer a mamografia, porém, sempre há algumas que têm medo”, relata. Após a ação, a expectativa é de que pelo menos 80% das mulheres compareçam na data marcada para o exame.

Quem deve fazer

O exame de mamografia é indicado a mulheres a partir de 40 anos. Vale lembrar que aquelas que possuem histórico familiar de câncer de mama precisam redobrar a atenção. Segundo o Inca (Instituto Nacional de Câncer), somente neste ano serão diagnosticados 3.730 novos casos de câncer de mama no Paraná, a principal neoplasia entre mulheres, depois do câncer de pele não melanoma.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE