Santa Terezinha de Itaipu está concorrendo com outros dois municípios no Prêmio MPT Cidade Pró-Catador Paraná, uma iniciativa do Fórum Lixo e Cidadania e do Ministério Público do Trabalho no Paraná que premiará os municípios com as melhores práticas de inclusão socioprodutiva do estado. São quatro categorias que concorrem. Santa Terezinha de Itaipu está na categoria C (entre municípios de 20 mil a 50 mil habitantes), ao lado de Santa Helena e Tibagi.

Na quinta-feira (8), a Associação de Catadores de Resíduos Recicláveis e/ou Reaproveitáveis (ACARESTI) recebeu a visita de avaliadores do Fórum Lixo e Cidadania, que tem como objetivo fortalecer e apoiar as associações de catadores pelo estado. A coordenadora técnica do fórum, Rejane Paredes, mostrou-se impressionada com o trabalho desenvolvido pela entidade no município.

“Quando visitamos aqui até parece que estamos fora do Brasil. A realidade é completamente diferente do restante do país, o avanço na coleta seletiva é impressionante. Percebemos que o apoio do poder público é fundamental para que as associações possam desenvolver seus projetos e gerar renda”, comentou.

Outro ponto destacado pela avaliadora foi o bom ambiente de trabalho encontrado na ACARESTI. “Nós percebemos a alegria e o orgulho dos catadores em trabalhar aqui, eles não têm motivos para se envergonhar da profissão, aqui é uma empresa como outra qualquer, com todos os equipamentos de segurança disponíveis e as condições necessárias para um trabalho digno”, finalizou.

O secretário de Agropecuária e Meio Ambiente, Paulo Ruppenthal, falou da expectativa em relação ao resultado e lembrou que o trabalho de coleta seletiva tem sido referência para todo o estado e até o país. “Estamos otimistas em relação ao prêmio e com certeza servirá de motivação para desenvolvermos um trabalho cada vez melhor na coleta seletiva em nosso município”, explicou.

A cerimônia de premiação do Prêmio MPT Cidade Pró-Catador Paraná ocorre em dezembro, em Curitiba.