Carlos Ghosn, presidente do Grupo Renault, anunciou duas próximas etapas no avanço da eletrificação da gama de produtos Renault, prevista no plano estratégico “Drive the Future”: um novo veículo urbano elétrico acessível, previsto para ser comercializado em primeiro lugar na China, em 2019, e as versões híbridas e híbridas recarregáveis disponíveis a partir de 2020 em três de seus veículos mais vendidos: Clio, Captur e Mégane. Carlos Ghosn compartilhou, ainda, sua visão das futuras experiências embarcadas e revelou o sistema AEX (Augmented Editorial Experience), um conceito inédito apresentado também no Salão do Automóvel de Paris.

Pioneiro e líder da mobilidade 100% elétrica, o Grupo Renault revelou o Renault K-ZE, um novo veículo elétrico do segmento A, inspirado no estilo dos SUV, que oferece uma autonomia de 250 km NEDC, a melhor de seu segmento. Ele exibe linhas marcantes, cujo design esportivo é ao mesmo tempo musculoso e compacto. Além do visual atraente, o Renault K-ZE se mostra fácil de recarregar, graças ao duplo sistema de recarga, compatível com tomadas domésticas e com as infraestruturas públicas. O pacote de equipamentos complementa a experiência de condução do modelo elétrico, incluindo sensores de estacionamento traseiro, câmera de ré e uma tela central com navegação e serviços conectados.

Ocupando a primeira posição entre os países que mais vendem veículos elétricos, a China também é o mercado onde este segmento mais cresce. Desenvolvido para ser um modelo global, o Renault K-ZE será comercializado em primeiro lugar na China. A produção local ficará a cargo da e-GT New Energy Automotive Co, uma joint venture criada com o Grupo Dongfeng Motor e a Nissan, para desenvolver e produzir veículos elétricos competitivos para o mercado chinês.

A Renault também confirmou uma etapa complementar na eletrificação de sua gama de produtos. Em 2020, as versões híbridas do Clio e híbridas recarregáveis dos modelos Mégane e Captur oferecerão aos clientes a possibilidade de descobrir a eletromobilidade em modelos testados e amplamente aprovados. Com a e-Tech, uma tecnologia inovadora 100% Renault, o Grupo pode oferecer sistemas de hibridação em seus modelos dos segmentos B e C.