Renato Augusto e sonho do vizinho do Maracanã

Caso fique em primeiro lugar de seu grupo ao final da primeira fase, a seleção brasileira estará no caminho para fazer semifinal e final do torneio olímpico de futebol no Maracanã. Para um jogador do elenco de Rogério Micale, em especial, seria manter viva a esperança de realizar um duplo sonho: conquistar a medalha de ouro e fazê-lo no estádio que povoou o imaginário de sua infância.

Unimed

Renato Augusto foi criado nas imediações do Maracanã e é o único carioca da seleção.

– É um sonho, uma possibilidade única na carreira: disputar um título olímpico, que o Brasil nunca conquistou, e do lado da minha casa. Quero realizar isso, estou fazendo de tudo – disse o meia, formado no Flamengo e hoje no Beijing Guoan, da China.

Ele recorda, inclusive, da sensação que vivia ao passar na porta do estádio, dentro do ônibus que o levava ao colégio.

– Passava em frente ao estádio e eu ficava olhando, pensando: “acho que um dia vou me dar bem aí”.

Gostava tanto de ir a jogo que, às vezes, nem jogava o Flamengo e eu ia – lembra.

Último jogador a se apresentar ao técnico Rogério Micale, Renato Augusto diz estar adaptado ao estilo que o treinador pretende implantar na equipe.

– Tinha contato por internet com o Micale e conversamos muito. Ele explicou como vê o jogo, o que pretende nas saídas de bola, variações de ataque. Vamos enfrentar muitos times fechados. Temos que nos preocupar em entender como vamos passar pela marcação rival – disse.

Unimed

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação