O DER-PR (Departamento de Estradas e Rodagens) do Paraná recorreu contra a decisão judicial que autorizou o reajuste extraordinário das passagens das linhas metropolitanas operadas pela empresa Expresso Santa Tereza, na região oeste do Paraná, no início deste mês.

O mesmo já havia acontecido em maio, quando a empresa aumentou as tarifas e o DER mandou voltar para os valores antigos em junho, permitindo apenas o aumento de 4% estipulado pelo órgão, que foi aplicado em 1º de junho.

Desta vez, segundo a assessoria da Expresso Santa Tereza, o reajuste de 6 de agosto foi determinado pela Justiça.

Os passageiros da linha Cascavel/Santa Tereza, por exemplo, hoje pagam R$ 4,35, valor R$ 0,25 a mais que a tarifa anterior: R$ 4,10. Para quem usa duas passagens nos cerca de 20 dias úteis do mês, vai desembolsar R$ 10 a mais.