O Programa Família Acolhedora, da Secretaria Municipal de Assistência Social (Seaso), está com inscrições abertas até o dia 22 de novembro. Criado em 2006, o programa se tornou um modelo no acolhimento de crianças e adolescentes que, por algum motivo, foram afastadas da família biológica.

Cada família acolhedora recebe um valor mensal de R$ 1 mil como bolsa-auxílio por criança ou adolescente acolhido. Em caso de crianças com deficiência, o valor é de R$ 1,5 mil. No dia 22, após o encerramento das inscrições, começa o trabalho de formação das novas famílias, processo que seguirá até o dia 27 de novembro.

“Será uma semana de formação para podermos explicar um pouco às famílias quais são as regras, quais são as atribuições da família acolhedora e ao mesmo tempo ouvir as famílias interessadas. Essas famílias vão colaborar com um programa que é referência internacional no acolhimento de crianças e adolescentes”, explica o secretário de Assistência Social, Hudson Moreschi.

As famílias interessadas podem entrar em contato pelos telefones (45) 3902-1747 e (45) 3902-1749.