A equipe de profissionais do Hospital Materno-Infantil da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Humai-UEPG) participou, nas últimas semanas, de uma capacitação on-line sobre atendimento às adolescentes grávidas. Intitulado ‘Projeto Jovem Mãe – Cuidando da Vida’, o curso busca capacitar servidores públicos que integram a rede de atendimento infanto-juvenil, no cuidado a adolescentes grávidas, mães e seus familiares. O projeto é uma iniciativa do Instituto Mundo Melhor, em parceria com a Faculdades Pequeno Príncipe, e é oferecido de forma gratuita e totalmente virtual.

No Humai, 20 profissionais, dentre assistentes sociais, enfermeiras, fisioterapeutas e dentistas, participaram do curso, que aconteceu de 11 de agosto a 08 de outubro. “Achei enriquecedor ouvir relatos de outros profissionais sobre o atendimento a grávidas, pude conhecer e saber como funciona a abordagem dos adolescentes em outros locais. Minha expectativa é que eu saia mais apta a discutir sobre o assunto”, conta Marina da Silva, cirurgiã dentista do Humai.

O curso teve carga-horária de 20 horas, com oito módulos, que foram ministrados semanalmente. O projeto se baseou na Norma Operacional Básica da Assistência Social, da capacitação no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

“Foi bom estar um pouco por dentro do assunto, para quando me deparar com tal situação não ficar perdida”, relatou a fisioterapeuta Juliana Sene.

Para Taynara Britto, também fisioterapeuta do Humai, o curso possibilitou integração entre profissionais de outras unidades de saúde. “Ficou bem claro para nós que a gestação na adolescência vai muito além da gravidez, ouvimos integrantes que atuam no Cras e assistente sociais, por isso achei muito interessante o conteúdo do curso”, completou.

JOVEM MÃE – O ‘Projeto Jovem Mãe – Cuidando da Vida’ tem objetivo de continuar a capacitação de servidores até 2023. De acordo com a organização, enfrentar a gravidez na adolescência é um desafio para as políticas sociais, em especial para profissionais da saúde.

(AEN)