Jovem atleta que se destaca pela dedicação e conquistas importantes nas artes marciais, Vitória Camargo tem chamado a atenção no mundo das lutas com apenas 8 anos de idade. A cascavelense que começou a treinar com 5 anos de idade é “minicelebridade” nos eventos de kickboxing e jiu-jítsu Brasil afora. Toda delicada e vaidosa, ela ganhou o apelido de “Princesinha dos Tatames”. Nas lutas, entretanto, o foco é total, e tem lhe garantido títulos. Foram quatro apenas este ano, e ela quer mais: o sul-americano, que será em novembro em Lima, no Peru.

Número um do ranking nacional e 19ª no mundo, Vitória Camargo, que compete na modalidade Point Fight da categoria Sub-9 até 28 quilos, foi convocada para Confederação Brasileira de KickBoxing para a competição continental justamente por ser a atleta mais ranqueada do País em sua categoria em 2018.

No ano passado, ela foi campeã paranaense, vice-campeã brasileira e vice-pan-americana, em competição realizada em Cancún, no México. O detalhe é que no Pan a jovem cascavelense lutou apenas com meninos, pois não havia meninas inscritas, o que não é raro nem proibido na categoria da Princesinha.

Disposta a ganhar a América do Sul, a cascavelense, que conta com 10,3 mil seguidores no Instagram, incluindo atletas do UFC, busca recursos financeiros por meio do site Vakinha, além de contar com parceiros, como o Tuiuti Esporte Clube e a Livraria Schuster.

“Estimamos o custo para ela competir em Lima em 5 mil reais, sendo R$ 3 mil em passagens e R$ 2 mil em hospedagem e alimentação. Isso para ela e um acompanhante”, diz o pai da jovem, Jeferson, que no ano passado conseguiu R$ 9 mil para Vitória e a mãe irem ao Pan no México, com ajuda de parceiros e também vendas de rifas e camisas.

Títulos

Este ano, Vitória, integrante da Vendrame Team, venceu tudo o que disputou no kickboxing: Campeonato Paranaense, Copa América, Brasileiro e Copa Paraná. Nessa última, realizada há dez dias em Carambeí, venceu a disputa final contra um menino e chamou a atenção dos presentes no ginásio ao acertar oito chutes sequenciais na cabeça do adversário em 1min10seg. Feito registrado em vídeos pelos companheiros de equipe.

Diferenciada

A Princesinha dos Tatames não é diferenciada à toa. “Em julho agora, nas férias escolares, ela tinha a Copa Paraná de Kickboxing, no último fim de semana do mês, e também uma competição de jiu-jítsu, no domingo passado (4 de agosto). E por isso ela veio me dizer que não queria ir para a casa da avó, em Marechal Cândido Rondon. Eu disse para ela ficar lá durante a semana apenas, que ela está bem preparada, que treinou o ano inteiro, mas ela insistiu que não poderia ir para não perder o foco. Então, com ela é assim, são os pais que tentam fazer com que ela ‘tire um pouco o pé’, mas ela é muito engajada. É realmente uma minicelebridade, projetos sociais mandam camisas para ela tirar foto ou fazer vídeos e postar, para incentivar outras crianças. Ela tem mais de 10 mil seguidores no Instagram, incluindo cinco lutadores do UFC, é realmente diferenciada”, diz o pai Jeferson, orgulho por sua Princesinha dos Tatames.