A partir do dia 1º de janeiro de 2022, até o dia 14 do mesmo mês, o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, entra em férias, após um ano de grandes desafios, principalmente pelo enfrentamento à pandemia de covid-19. O vice-prefeito, delegado Francisco Sampaio, assume o poder executivo no período.

“Enfrentar esta pandemia realmente foi o maior desafio de nossas vidas. Em 2020, foi difícil, porque pouco sabíamos da doença, mas em 2021, em fevereiro, março e abril, vivemos o pior momento desta batalha”, avaliou o prefeito.

“O ano passou tão rápido que não tivemos nem tempo de nos despedir direito das muitas perdas que tivemos, de amigos, de pessoas queridas. E agora temos vivido isso mais intensamente. Mas é também tempo de celebrar a vida, já que vencemos o pior, e agradecer pela união de esforços para esta superação.”

“Superar o momento mais difícil da pandemia envolveu a união de muitos esforços e tenho que agradecer imensamente ao apoio do Ministério da Saúde, que atendeu ao nosso pedido por mais vacinas; ao Governo do Estado, que nos apoiou com recursos, equipamentos e insumos; e a Itaipu Binacional, que também teve um papel imprescindível com investimentos na saúde de Foz”, disse o prefeito.

Economia

“Os profissionais de saúde e nós, da gestão, nos envolvemos demais com a pandemia. Tivemos que tomar decisões difíceis – ninguém fazia um edcreto porque queríamos ver o comércio fechado, mas era preciso pensar em salvar vidas naquele momento, em evitar o pior”, comentou Brasileiro.

“Foram medidas duras, mas ao mesmo tempo nos preparamos e nos antecipamos para superar o quanto antes os efeitos. Fomos a primeira cidade do Paraná a ter um planejamento do retorno do setor de eventos”. Essa preparação de Foz do Iguaçu resultou em uma rápida retomada do turismo – de acordo com dados da Secretaria de Turismo e Projetos Estratégicos, nas três categorias mais altas do setor hoteleiro (com diárias de R$ 401 a acima de R$ 601) a ocupação será de 100%; hotéis com diárias entre R$ 201 e R$ 300 terão ocupação de 90%.

Águas e Luzes

“Um Natal à altura de Foz do Iguaçu”, assim definiu o prefeito o grande evento promovido pela Prefeitura Municipal, Itaipu Binacional, Fundo Iguaçu e Fundação Cultural, desde o início de dezembro. Dez pontos da cidade estão decorados; foi montada uma programação cultural ampla, com shows como o do cantor Daniel e do Padre Reginaldo Manzotti; e também apresentações culturais em vários bairros da cidade; espetáculos encantaram e emocionaram iguaçuenses e visitantes de todo o país na Praça da Paz, no Gramadão da Vila A e na Avenida Jorge Schimmelpfeng.

“Não poderíamos deixar passar em branco este Natal e nem poderia ser algo pequeno. Foi algo pensado exatamente para celebrar a vida. E a equipe organizadora se dedicou intensamente para fazer o melhor Natal da história de Foz do Iguaçu, que veio para ficar”.

Descanso

“Será um período breve, de 14 dias, para renovar as energias. A prefeitura estará nas mãos do competente e comprometido delegado Francisco Sampaio, bem como de toda uma equipe de secretários e secretárias, diretores e diretoras, servidores e servidoras de alta qualificação. “A pausa é breve, porque Foz não parou e não pode parar, e teremos muito trabalho em 2022 para tornar nossa cidade cada vez melhor, para nós e para o mundo.”

(Assessoria)