Curitiba – O Paraná melhorou a qualidade das informações fiscais e contábeis enviadas ao Tesouro Nacional em 2020. O Estado subiu nove posições em relação ao exercício de 2019 e foi posicionado em 5º lugar entre todos os estados brasileiros no Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal. Foi um desempenho de destaque nacional. A edição 2021 do ranking, contendo as informações de 2020, foi publicada ontem (24). O Estado recebeu a nota (B), maior ou igual a 85% e menor que 95% do Indicador da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal (ICF).

A publicação feita pela Secretaria do Tesouro Nacional foi criada para avaliar a consistência da informação que o Tesouro recebe por meio do Sincofi (Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro) e disponibilizar para acesso público.

Baseado nos dados de 2020, o governo federal avaliou se o Estado lança os mesmos valores para o mesmo tipo de receita ou despesa em diferentes relatórios. Algumas verificações de consistência feitas pelo Ranking envolvem dados fiscais e contábeis que são utilizados no cálculo da Capag (Capacidade de Pagamento).