Para a saúde física, o orégano é um bom componente para se ter uma vida saudável, uma vez que ele é composto por antioxidantes, que limpam o organismo eliminando os radicais livres que podem causar problemas no corpo.

A erva também contém propriedades antibacterianas e a sua versão em óleo essencial ajuda a combater bactérias que podem provocar infecções.

Já para o corpo energético e o emocional, o aroma do orégano estimula o sentimento de felicidade e provoca uma sensação de paz. Ao sentir essas emoções e, em resposta, propagar boas energias ao seu redor, o seu corpo energético fica mais forte e protegido contra influências externas.

Esse poder do orégano, de estimular as boas emoções, é conhecido há tempos. Os gregos, por exemplo, acreditavam que a erva era um presente da deusa Afrodite para o povo, já que ela trazia felicidade para quem a usasse.

Ademais, a erva auxilia na mudança interna, removendo as dúvidas do coração e ajudando no desenvolvimento do pensamento “eu sou aceito, aqui é o meu lugar”. Assim, você passa a ficar confortável de estar em um determinado lugar que antes você não se sentia bem-vindo. Esse poder do orégano, de contribuir na criação de laços entre pessoas e lugares, também ajuda na concretização de projetos e na atração da sorte.

Para aproveitar esses benefícios, tenha em casa um vasinho de orégano e deixe-o, principalmente, no local que tenha um astral mais negativo ou haja acúmulo de energias pesadas. Dessa forma, você limpa a área e, consequentemente, ajuda na restauração do bem-estar das pessoas que estão por perto.

Faça também um banho com a erva, especialmente na sexta-feira, dia da deusa Afrodite. O banho pode ser preparado com a infusão do orégano. Espere a mistura esfriar e depois do seu banho habitual de higiene, jogue a água de orégano do pescoço para baixo. Esse ritual traz felicidade e deixa a mente mais calma.

Além disso, o banho de orégano é perfeito para ser usado com a intenção de abrir os caminhos para receber amor. Para funcionar, mentalize esse desejo e sinta-o pulsar no seu coração, para que assim o seu desejo seja transmitido ao Universo.

Fonte: João Bidu