Arlindo Mariano

Nasceu em 10/02/1927

Morreu em 02/09/2018

Nascido em São João da Barra em São Paulo, Arlindo Mariano se tornou um superpai ao longo de sua história e homem admirável pelas qualidades. Após deixar a cidade natal, veio ao Paraná e foi aqui no Estado que formou uma grande família.

Ainda no primeiro casamento, teve seis filhos. Em Nova Aurora foi onde conheceu a segunda esposa, Derli Maria de Souza. Lá eles se casaram e tiveram duas filhas.

Em Cascavel onde foi um dos pioneiros e viveu por 40 anos. Arlindo e a esposa Derli completaram a família com a chegada de Maria Cristina de Souza.

Sempre presente ao lado dos pais no Bairro Universitário, ela descreve o pai com profundo carinho: “Sempre ajudou a todos e foi um homem muito bom e muito paciente”.

Arlindo teve 22 netos e 24 bisnetos. “Todos gostavam muito dele. Meu pai era querido por todos. Um grande homem”, conta a filha Maria Cristina.

Sempre vigilante

Na vida profissional, Arlindo Mariano se dedicou ao trabalho de vigilante em empresas privadas até quando decidiu se aposentar.

Mas mesmo após o merecido descanso, não se manteve parado e buscou atividades que complementassem a renda da família.

“Coletava papelões no depósito do supermercado e os revendia”, conta a filha Maria Cristina.

Aneurismas

O homem trabalhador e de uma saúde fortalecida, no entanto, foi acometido por dois aneurismas.

Já por conta de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) precisou ser internado por 17 dias e não resistiu e faleceu no dia 2 de setembro deste ano.

Arlindo foi sepultado no Cemitério Cristo Redentor em Cascavel. Aos 91 anos ele deixou esposa, seis filhos, 22 netos e 24 bisnetos.