Drogas e juventude são assuntos discutidos por pais, filhos e educadores. Partindo dessa questão, foi criado em 2018, pela Secretaria de Políticas Sobre Drogas e Proteção à Comunidade (Semppro), em Cascavel, o Programa Educacional Patrulha Amiga. Estudantes do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental das escolas municipais são os alvos do programa, que tem como lema Manter Nossas Crianças Longe das Drogas.

A Patrulha Amiga, ministrado pela pedagoga Jéssica Carozza e guardas municipais voluntários, em parceria com a Secretaria  de Educação (Semed), promove aulas,  ministradas pela pedagoga e por Guardas Municipais voluntários, capacitados pedagogicamente, em parceria com pais, professores, estudantes e comunidades. Com ênfase na prevenção ao uso de drogas, as aulas mostram ao estudante como se manter longe de más companhias, a evitar a violência, resistir às pressões diretas ou indiretas e sempre acionar os pais ou responsáveis quando necessário.

No ano de 2021, a Patrulha Amiga foi aplicada em 12 escolas municipais atingindo aproximadamente 800 alunos. De acordo com a  pedagoga Jéssica Carozza, os estudantes envolvem-se com o curso de tal maneira que mesmo após a conclusão mantêm atuação em sala de aula, em forma de trabalhos e produção de textos. “A escola é um agente transformador da sociedade”, constata Jéssica. “Colaborar para que as crianças tomem uma decisão consciente é fundamental.”

O diretor de Política Sobre Drogas, Rafael Tortato, salienta que os ensinamentos transmitidos pelo programa permitem aos jovens tomar decisões inteligentes. “Contribuímos com a solução de um problema que está cada vez mais evidente na sociedade”, afirma.

As escolas interessadas em participar do Patrulha Amiga devem entrar em contato com a Secretaria de Política Sobre Drogas e Proteção à Comunidade.

(Secom)