Canal de conexão direta com o cidadão, implantado pelo Município de Cascavel em maio do ano passado, está chegando ao primeiro ano de funcionamento com números expressivos. É o Particity, cuja adesão da comunidade cresceu 96% no período, agilizando os trâmites das demandas que até então eram manifestadas apenas pela Ouvidoria 156, por meio do canal mais tradicional, que é o telefone. De um total de 23.793 protocolos no setor de Ouvidoria do Município, 4.850 foram registrados via web.

O aplicativo promove o envolvimento de todas as secretarias e a sociedade na gestão da cidade. Trata-se de uma plataforma desenvolvida pelo Instituto TIM como um programa de zeladoria urbana, o ZUP (Zeladoria Urbana Participativa), sem custos para a Prefeitura de Cascavel e cujo download pode ser feito gratuitamente para os sistemas Android e iOS.

"É um número bem expressivo de cidadãos que já descobriram que mesmo sem fazer uma ligação têm a reclamação registrada e acompanhada. Mesmo que o problema tramite internamente e em alguns casos demande maior tempo para solução, a equipe da Ouvidoria/Particity dá respostas ao cidadão, colocando-o a par do andamento dos pedidos registrados", detalhou ontem o coordenador do setor, Valdir dos Anjos, durante a semanal reunião do prefeito com o secretariado.

Sobre o Particity

Lançado no dia 29 de maio de 2017, o Particity fez de Cascavel a primeira cidade da região sul a receber o sistema em parceria com a TIM. A partir dos dados registrados pelo cidadão no aplicativo, a Prefeitura consegue não apenas trabalhar melhor todas as demandas, mas fazer um planejamento adequados dos serviços.

"O aplicativo facilita ao cidadão participar da gestão pública, permitindo que ele faça denúncias, reclamações ou sugestões usando o smartphone, de forma rápida e interativa. Isso contribuiu também para que a administração tenha indicadores dos problemas, o que contribuiu para traçar novas metas de trabalho", detalha Zorek.