O Governo do Paraná não renovou o decreto que prevê medidas contra a Covid-19, que tem vigência até essa quinta-feira (16), e com isso suspendeu as restrições de combate à pandemia.

Segundo o governo, deixa de valer o limite de público de 15 mil pessoas para eventos (que estabelecia capacidade máxima de 80% de público para locais abertos e de 70% para locais fechados).

Somente a obrigatoriedade do uso de máscaras continua valendo, conforme o anúncio, por estar prevista em lei estadual, com determinação de multa que varia entre R$ 106,60 e R$ 533 para pessoas físicas, em caso do descumprimento.

Ainda de acordo com o governo, com a suspensão das regras estaduais, ficam valendo as medidas previstas por decretos das prefeituras.

A decisão de suspender as medidas restritivas, conforme o governo, foi tomada considerando uma melhora de todos os indicadores da pandemia no estado.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que deve avaliar o quadro epidemiológico do Paraná diariamente para futuras decisões em relação à pandemia.

No domingo (14), o Paraná não registrou mortes por Covid-19 em um período de 24 horas pela primeira vez desde 3 de abril de 2020, segundo a Sesa.

O último relatório divulgado pela secretaria, na segunda-feira (15), apontou total de 40.484 mortes pela doença e 1.563.495 casos confirmados do novo coronavírus no estado.

A melhora nos indicadores, conforme o governo, é consequência do aumento do percentual de adultos imunizados contra a covid. Nesta terça, a Sesa informou que o Paraná aplicou mais de 16,1 milhões de doses das vacinas.

(G1 Paraná)