Cascavel – Os municípios paranaenses começam novo grupo de vacinação contra a covid-19 nesta semana. Este é o maior dentre os 28 grupos prioritários que integram o Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, que segue o PNI (Plano Nacional de Imunização). São 1.328.677 pessoas com comorbidades de 18 a 59 anos de idade, gestantes e puérperas de 18 a 59 anos. Esse grupo, o 13º do plano, representa 27,7% do total do plano, que tem 4.790.988 pessoas. Também tem início o 14º grupo, com 400.682 pessoas com deficiência permanente.

Essa fase começa com o encerramento da vacinação de idosos, que alcança 85,5% no Paraná. Das 1.782.256 pessoas com mais de 60, exatas 1.524.739 receberam ao menos uma dose da vacina contra a covid-19. As 257.517 faltantes ainda podem ir atrás da vacina. Pouco mais de 786 mil já receberam as duas doses.

Duas faixas estão com baixa imunização. Apenas 66,4% de quem tem mais de 90 anos recebeu a vacina, e 64,2% de quem tem entre 60 e 64 anos.

Depois dos idosos, as pessoas com comorbidades são as que têm mais letalidade ao contrair a covid-19. As gestantes entraram de última hora, após a constatação do aumento de mortes neste ano, atribuído às novas variantes.

Contudo, essa nova fase começa em meio a dúvidas sobre quem dentre esse imenso grupo receberá a vacina primeiro, o que deve ser esclarecido entre hoje e amanhã, e à confusão gerada com o início paralelo da vacinação de profissionais da educação, mesmo sem doses específicas a esse público agora. Esta semana, o Estado enviou 32 mil doses para as prefeituras iniciarem a imunização do grupo 18, que tem 169.057 pessoas.

Até ontem, o Paraná já havia imunizado 1.872.003 pessoas com a primeira dose e 1.040.519 com a segunda. O contingente representa 86,8% da meta (excluindo as pessoas com comorbidade) e 17,9% do total da população.

 

Estado já distribuiu 3.364.930 vacinas

Mais 372.930 doses de vacinas contra o coronavírus foram distribuídas nessa quarta-feira (5) para todo o Paraná. Os imunizantes são referentes à 16ª remessa de vacinas encaminhadas pelo Ministério da Saúde durante o fim de semana, compostas por 358.740 doses da Covishield, produzida pela parceria Universidade de Oxford/Astrazeneca/Fiocruz, e 14.190 doses da Coronavac, da parceria Sinovac/Instituto Butantan. De acordo com o Vacinômetro, o Estado já distribuiu 3.364.930 vacinas.

Todas as vacinas da Covidshield são destinadas à primeira dose de grupos prioritários. A vacinação segue nas pessoas de 60 a 64 anos, abarcando 21% dessa população, com 125.005 doses. Além disso, inicia-se a vacinação de três novos grupos prioritários: as gestantes e puérperas (17.470 doses, referente a 13% do total do grupo), as pessoas com deficiência permanente (52.495 doses, 13% do grupo), e pessoas com comorbidades (163.770 doses, 13% do grupo).

Já as doses da Coronavac são destinadas, em sua maioria, à segunda dose. São 8.910 doses para trabalhadores da saúde e 2.260 para forças de segurança/salvamento e Forças Armadas. Mais 3.020 doses a profissionais de segurança.

Pfizer

Curitiba recebe 32.760 doses da vacina desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer, referente ao primeiro lote de 1 milhão de doses do imunizante recebido pelo Brasil em acordo realizado pelo governo federal. As vacinas são destinadas à primeira dose dos grupos de gestantes e puérperas, pessoas com deficiência permanente, pessoas com comorbidades e idosos de 60 a 64 anos de idade.

Professores

Das doses recebidas pelo Estado na 16ª remessa, 32.760 foram armazenadas no Cemepar para iniciar a vacinação de profissionais da educação. As doses serão enviadas às Regionais nos próximos dias.

Nesse primeiro momento, serão vacinados os profissionais de 55 a 59 anos. Outros 8 mil trabalhadores já foram imunizados, por serem pessoas com mais de 60 anos, grupos já contemplados pela vacinação no Estado.

Foz começa a vacinação das pessoas comorbidades

A Prefeitura de Foz do Iguaçu recebeu ontem 8.295 doses da vacina AstraZeneca para dar sequência à Campanha de Vacinação contra a Covid-19. Nesta nova fase, que começa hoje (6), serão vacinadas as pessoas de 55 a 59 anos com comorbidades e com deficiência permanente que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada). Também haverá continuidade da vacinação em gestantes, puérperas, forças de segurança e idosos nas 20 unidades básicas de saúde.

O agendamento para a primeira dose desse grupo já está disponível no site da prefeitura (http://vacinacao.pmfi.pr.gov.br/).

No dia da vacinação, além de documentos pessoais e comprovante de residência, as pessoas com comorbidades terão que comprovar a doença. No caso de quem já faz acompanhamento médico no SUS (Sistema Único de Saúde), as informações constam no prontuário do paciente. Os outros integrantes do grupo devem apresentar um formulário padrão preenchido por um médico. O documento também estará disponível no site da prefeitura.

“O sistema de agendamento fará a triagem após a pessoa inserir os dados. Aquelas que são atendidas pelo SUS não precisam do formulário, porque o sistema já faz a relação”, esclareceu a secretária da saúde, Rosa Maria Jerônymo. Segundo ela, atestados médicos serão válidos, assim como a carteirinha das Adifi (Associação dos Diabéticos de Foz do Iguaçu) para comprovação da doença deste grupo.

Comorbidades

Fazem parte do grupo das comorbidades: Pessoas com diabetes; Pneumopatias crônicas graves; Hipertensão Arterial Resistente (HAR); Hipertensão arterial estágio 3; Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com LOA e/ou comorbidade; Insuficiência cardíaca (IC); Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar; Cardiopatia hipertensiva; Sindromes coronarianas; Valvopatias; Miocardiopatias e Pericardiopatias; Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas; Arritmias cardíacas; Cardiopatias congênita no adulto; Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados; Doença cerebrovascular; Doença renal crônica; Imunossuprimidos; Anemia Falciforme; Obesidade mórbida e Cirrose hepática. A descrição completa das comorbidades está disponível no site: http://vacinacao.pmfi.pr.gov.br/.