Tóquio – Os brasileiros seguem brilhando após três dias de disputas nas Paralimpíadas de Tóquio. O País fechou a sexta-feira com 6 ouros, 4 pratas e 7 bronzes, garantindo a sexta posição no quadro de medalhas.

No atletismo, o destaque foi Wallace Santos pela disputa do arremesso de peso para a classe F55, em que os atletas realizam os movimentos sentados. Com um arremesso espetacular de 12,63m, o brasileiro dizimou o antigo recorde mundial e carimbou o lugar mais alto do pódio. Petrúcio Ferreira confirmou o favoritismo nos 100m da classe T47 e agora é bicampeão dos Jogos Paralímpicos, bicampeão mundial, bicampeão parapan-americano, recordista mundial e paraolímpico. Yeltsin Marques, com o guia Laurindo Nunes, venceu os 5.000m para deficientes visuais.

A natação garantiu o segundo ouro com Wendell Belarmino Pereira, nos 50 metros livres da classe S11 (deficientes visuais). Em outras provas, Gabriel Bandeira levou prata e Maria Carolina Santiago, bronze.

Foto: BudaMendes/Getty Images)