Oeste representa maior parte da produção de tilápias

Ano passado a produção total de peixes no Paraná foi de 129,9 mil toneladas

Às vésperas da Páscoa aumenta o consumo de peixes em todo o Paraná. Mas a procura pelo pescado não ocorre apenas neste período e o ritmo alto de produção acompanha a demanda pelo produto nos demais meses do ano.

De acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira de Piscicultura, em 2018 a produção total de peixes no Paraná foi de 129,9 mil toneladas, 16% maior em relação a 2017, o que posiciona o Estado como o maior produtor de peixes de cultivo do País, seguido por São Paulo e Rondônia. Esse ranking foi alcançado principalmente pela produção de tilápias, categoria na qual o Paraná mantém a liderança nacional com 30,7% de participação.

Segundo dados do IAP (Instituto Ambiental do Paraná), atualmente cerca de 3 mil produtores rurais de 12 municípios da Bacia do Rio Paraná 3, que abrange municípios da região oeste, comercializam peixes, desses, 95% estão envolvidos com a produção de tilápias. São aproximadamente 2 mil hectares de áreas de piscicultura integradas a empresas de beneficiamento que atuam na região oeste, todos com licença ambiental de acordo com o IAP.

Para o beneficiamento do pescado, três indústrias de grande porte atuam na região, além de outras nove de médio e dez de pequeno porte, o que estimula o interesse dos proprietários rurais pela piscicultura na região.

Ano passado, a região oeste foi responsável pela produção de 73% do pescado no Estado, algo em torno de 10% da produção nacional com destaque para a tilapicultura.

 



Fale com a Redação

seis − um =