Monte dei Paschi anuncia fracasso em processo de recapitalização

MILÃO – O banco italiano Monte dei Paschi di Siena (BMPS) anunciou nesta quinta-feira que não conseguiu arrecadar no mercado os ? 5 bilhões que pretendia levantar para evitar um resgate financeiro estatal.

Unimed

?Não foi possível alcançar o montante de ? 5 bilhões?, informou o banco, que destacou que o aumento de capital foi afetado pela falta de ?investidores de importância?.

O banco, a terceira maior instituição financeira da Itália e a mais antiga do mundo, havia indicado na véspera que sua conversão voluntária de títulos da dívida em ações permitiu conseguir pouco mais de ? 2 bilhões ? longe da meta.

A situação financeira é um dos pontos fracos do sistema bancário italiano, cuja fragilidade e grande proporção de empréstimos podres ? que provavelmente nunca serão reembolsados ? preocupam toda a Europa. A entidade esprava conseguir ? 1 bilhão suplementares do fundo Qatar Qia ou uma participação de outros fundos, chineses ou americanos, por exemplo.

? A escassa probabilidade de alcançar a quantidade necessária aumenta as possibilidade de um resgate público ? afirmou Ipek Ozkardeskaya, analista da LCG.

? Se a diferença (entre a meta e o arrecadado) é limitada, o governo poderia intervir e injetar provavelmente até ? 1 bilhão ? avaliou Lorenzo Codogno, fundador da LC Macro Advisores Limited e ex-diretor-geral do ministério das Finanças da Itália.

Ele destacou que, assim, não seria preciso recorrer a detentores de títulos, mas, ?se o conjunto da operação falha, o governo deverá intervir com uma recapitalização preventiva?.

Na quarta-feira, o Parlamento italiano autorizou o governo a elevar a dívida pública em até ? 20 bilhões para ajudar bancos em situação problemática. Segundo o ministro das Finanças italiano, Pier Carlo Padoan, essa é uma medida ?de precaução? e ?suficiente? para enfrentas possíveis dificuldades.

Além do BMPS, os bancos Carige, Veneto Banca ou Banca Popolare di Vicenza também poderiam estar entre as instituições que precisam de ajuda, apesar de as autoridades não terem divulgado o nome dos bancos.

O sistema bancário italiano em conjunto desperta grande preocupação devido à sua dispersão (cerca de 700 instituições) e à relevância de créditos inadimplentes em sua carteira, estimados num valor de ? 360 bilhões ? um terço do total na zona do euro.


Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação