Mãe e filha confeccionam máscaras para doar para crianças com câncer

Até o momento mais de 42 máscaras foram doadas para Uopeccan.

Com o intuito de ajudar as pessoas, Elza Paiola Rotter, 94 anos, e a filha, artesã Rosa Angela Rotter, decidiram produzir máscaras de proteção para as crianças em tratamento contra o câncer no Hospital do Câncer de Cascavel.

Quando usar máscara de pano

A ideia surgiu como forma de agradecer o Hospital do Câncer Uopeccan de Cascavel, pelo tratamento da dona Elza, realizado há 20 anos. “Quando vi a oportunidade de ajudar a Uopeccan de alguma forma, convidei a minha mãe para me ajudar na produção das máscaras e ela aceitou”, declara Angela Rotter.

O trabalho voluntário da fabricação das máscaras, ocorre na parte da tarde no ateliê da Angela. A dona Elza que fica com a tarefa de cortar as linhas e os elásticos. Segundo ela é uma honra ajudar na confecção das máscaras e ainda garantir a segurança aos pacientes em tratamento de câncer. Até o momento mais de 42 máscaras foram doadas para Uopeccan.

A gestora de Assuntos Institucionais da Uopeccan, Kelyn Aires, relata que mãe e filha realizam um trabalho excelente e com muito amor, “fiquei emocionada com a dedicação das duas, ficou impecável. Sou grata a Deus por conhecer pessoas maravilhosas como elas”.

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

vinte − cinco =