Santa Helena – O Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu reuniu ontem no Balneário Terra das Águas em Santa Helena conselheiros, prefeitos dos municípios lindeiros, presidentes de Câmaras de Vereadores, presidentes de associações comerciais, Itaipu Binacional e demais autoridades da região, para a segunda assembleia ordinária de 2018. Na pauta estavam explanações a respeito do PLC315, que redistribui os royalties.

Outro assunto principal foi a aquisição de equipamentos móveis para recape asfáltico sobre pedras irregulares. O projeto será desenvolvido em parceria com a Itaipu Binacional e demanda de uma organização com as administrações municipais para ser colocado em prática. Por isso, um dos assuntos discutidos foi a sustentação para o incremento na frota municipal de equipamentos voltados à execução de obras importantes, caso do recape asfáltico, disse a presidente do Conselho dos Lindeiros, Cleci Loffi.

A participação dos prefeitos em atos em prol da votação do conhecido PLC 315, que aumenta o percentual de repasse dos royalties aos municípios de 45% para 65%, foi um exemplo da importância da mobilização em defesa dos pleitos lindeiros.

Encontros e Caminhos

Desenvolvido de forma conjunta entre a Itaipu Binacional, o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu e as administrações municipais dos 29 municípios da Bacia do Paraná 3 (BP3), o projeto Encontros e Caminhos 2017/2018 foi encerrado ontem à noite em Santa Helena, no Balneário Terra das Águas. O evento reuniu aproximadamente 350 pessoas, entre coordenadores municipais e regionais, além de secretários, vereadores, prefeitos e diretores de Itaipu e Lindeiros.

Conforme os organizadores e executores do projeto, mais de 400 ações foram desenvolvidas com o envolvimento de milhares de pessoas. O propósito principal foi de promover a integração e o desenvolvimento, além do bem comum e resgate histórico, através da cultura, esporte, educação e boas práticas socioambientais, conforme a prefeita de Mercedes, presidente do Conselho dos Lindeiros, Cleci Loffi. “A socialização foi um ponto muito importante e de destaque”, ressalta.

Ações

As ações envolveram crianças, jovens, adultos e idosos com diversas atividades que foram realizadas desde setembro de 2017. Dentre as marcas simbólicas do Programa Encontros e Caminhos esteve a inter-relação entre os participantes, o que ocorreu com o lançamento conjunto.

Foram 58 pontos de encontro com o envolvimento de aproximadamente 4.650 pessoas. A ação contou com o plantio de 1.160 mudas de árvores, além de outras atividades correlacionadas.