O município de Assis Chateaubriand desativou 10 leitos de enfermaria que estavam em funcionamento na Unidade Básica de Saúde da Família Gilio Bortot. O atendimento teve início no dia 2 de junho e seguiu até 16 de julho. Conforme dados, 32 pacientes foram encaminhados para internamento nos leitos covid-19. Destes, 25 receberam alta e retornaram para suas residências. Outros 7 necessitaram de internamento hospitalar devido a complicação do quadro clínico.

Nos últimos dias houve uma considerável queda no número de internamentos na ala de enfermaria covid-19 e por esse motivo, tendo vagas no Hospital Beneficente Moacir Micheletto, que é referência para atendimento covid-19 em Assis Chateaubriand, os leitos abertos foram desativados.

A Secretaria de Saúde nesta semana estará fazendo higienização e a mudança dos móveis utilizados até então e posterior a organização para novamente voltar com atendimento normal na Unidade Básica de Saúde.

“Nós fizemos um planejamento e por este motivo conseguimos abrir esses 10 leitos num momento em que estávamos sem vagas para enfermaria e assim pudemos atender toda a nossa população. Os leitos estão sendo desativados e esperamos que não seja mais necessário a abertura dos mesmos, mas se for necessário assim faremos. Eu peço a toda a nossa população que continuem com todas as medidas para evitar a proliferação do vírus”, salientou o prefeito Valter Aparecido Souza Correia, Valtinho.

“Iremos fazer uma limpeza e higienização completa no local para retornar com atendimento na Unidade de Saúde e assim devolver o prédio do Centro Municipal de Educação Infantil Professora Sueli dos Santos Henrique, onde estava acontecendo o atendimento às pessoas que necessitavam de atendimento diário da Unidade de Saúde, para também planejamento para o retorno das aulas, então acreditamos que tudo volte como era antes no transcorrer desta semana. Passamos por um momento difícil, mas agora estamos com uma esperança maior e espero que continue assim, no entanto lembrando sempre que a pandemia não terminou”, ressaltou Fábio Fantin Camilo, Secretário de Saúde.