O vice-prefeito de Cascavel, Jorge Lange (PSD), pediu afastamento do cargo. Nessa segunda-feira (17) a Câmara de Vereadores leu seu pedido de autorização. Sem apontar a pasta a ser assumida, Lange informou apenas “ter recebido o convite do governo do Estado para ocupar cargo de relevância”.

Nos últimos anos, o empresário assumiu cargos municipais no trânsito e obras públicas. Embora mantenha uma boa relação com o prefeito Leonaldo Paranhos (PSC), esteve à frente do Executivo municipal em poucos momentos. Em março deste ano, um desgaste lhe fez deixar a Secretaria de Obras.

Extraoficialmente, as informações são de que Lange vai presidir a Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná) – cargo que promete maior visibilidade ao político que já ensaiou várias vezes disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa do Paraná.

O afastamento da Prefeitura de Cascavel terá início em 1º de janeiro de 2019, sem previsão de término. A cadeira de vice-prefeito fica vaga e quando Paranhos precisar se ausentar como prefeito, quem assume é o presidente da Câmara, que a partir de janeiro será o vereador Alécio Espínola.