José Fierlbeck

Nasceu: 23 de janeiro de 1949

Faleceu: 23 de janeiro de 2019

José Fierlbeck nasceu dia 23 de janeiro de 1949 em Laranjeiras do Sul, onde passou sua infância e, adolescente, veio para Cascavel, onde seu coração fez morada. Foi aqui que conheceu Maria Conceição, com quem viveu até que a morte os separou. Desse amor nasceram os quatro filhos: Ilda, Zilda, Paulo e Zenilda.

Conhecido como Seu José, após uma longa batalha, ele conseguiu realizar seu último sonho: completar 70 anos. Naquele mesmo dia 23 de janeiro de 2019, poucas horas depois, ele deu seu último suspiro.

“Ele lutou muito! Queria viver mais, mas conseguiu completar os 70… O sonho dele era completar 70 anos”, conta a filha Ilda Fierlbeck de Oliveira. Segundo ela, desde que seu pai foi internado na UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) com um mal-estar, no dia 17 de janeiro, sua condição só piorou. Logo depois foi transferido para a Uopeccan, onde tratava um câncer, mas apenas piorou.

“Está sendo muito difícil de aceitar a morte dele… A nossa dor é sem tamanho”, acrescenta Ilda.

Ciente de que seus dias haviam chegado ao fim, José fez questão de se despedir dos filhos, inclusive de Zilda, que mora na França. “Meu pai se despediu de todos os filhos, conversou conosco, inclusive com minha irmã que mora fora, e ainda teve forças para abençoá-la e dizer que não a veria mais”, relata Ilda, muito emocionada.

Seis meses de desespero e dor

Em agosto passado José Fierlbeck descobriu o câncer de pâncreas e de fígado que lhe acometia. Foi quando começou sua batalha mais difícil. “Marcamos uma consulta com especialistas de fígado na Uopeccan, ele já começou as quimioterapias e seguiu o tratamento”, lembra Ilda Fierlbeck.

José ia ao hospital fazer as sessões de quimioterapia, chegou a ser internado algumas vezes devido à severidade do tratamento.

Ao ver as condições do pai se agravarem, principalmente a dor, Ilda reconhece que ele merecia descansar: “Pelo menos acabaram as dores que ele sentia. Ele nem conseguia mais se alimentar”.

Despedida

José Fierlbeck faleceu no dia 23 de janeiro, vítima de insuficiência respiratória provocada pelo agravamento do câncer de pâncreas e de fígado. Ele fazia tratamento no Hospital Uopeccan. Seu corpo foi velado na Acesc e sepultado no Cemitério Jardim da Saudade. José deixou a esposa Maria, seus quatro filhos, genros, noras e netos, e uma saudade sem fim.