O Governo do Paraná investiu cerca de R$ 480 milhões em infraestrutura escolar nos primeiros seis meses de 2021. Mesmo com a pandemia, o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar) assegurou a aplicação de recursos em obras, alimentação escolar, transporte escolar, compra e distribuição de mobiliário e equipamentos, e no repasse de recursos financeiros a mais de 2,1 mil escolas estaduais.

“Os investimentos possibilitaram não apenas garantir a continuidade de obras, a distribuição de alimentos, o serviço de transporte escolar, entre outras ações, mas permitiram contribuir com a qualidade do ensino e também com a geração ou a manutenção de milhares de empregos diretos e indiretos”, afirmou o diretor-presidente da Fundepar, Marcelo Pimentel Bueno.

Ao todo, foram quase R$ 186 milhões investidos em obras escolares pelo Paraná. Elas envolveram reparos, ampliações e construções de novas unidades. De acordo com o Fundepar, 83 foram concluídas no primeiro semestre e 73 foram iniciadas no mesmo período.

Outros 101 contratos estão em andamento de anos anteriores. A operação gera mais de 13 mil empregos diretos e indiretos.

MERENDA ESCOLAR – Em 2021 também já foram investidos R$ 198 milhões para a compra de alimentos destinados à merenda escolar. A medida garantiu que 221 mil famílias cadastradas em programas sociais fossem atendidas com distribuição de produtos armazenados nas escolas e da agricultura familiar, uma vez que no primeiro semestre as aulas ainda estavam suspensas.

Quase 90% de todos os produtos foram adquiridos de indústrias e cooperativas paranaenses com a manutenção de 40 mil empregos diretos e indiretos. Além disso, cerca de 18 mil famílias da agricultura familiar foram beneficiadas nesse período.

TRANSPORTE ESCOLAR – O Fundepar repassou uma cota especial para os 399 municípios paranaenses pelo Programa Estadual de Transporte Escolar. Ao todo, somando com a cota integral, foram destinados quase R$ 13 milhões para garantir manutenção e custeio para os veículos, além de auxiliar em medidas para prevenção do coronavírus, com o retorno das aulas presenciais.

Foram 204 mil alunos da rede estadual atendidos. O repasse garante seis mil empregos diretos e indiretos.

MOBILIÁRIO – O instituto entregou às escolas mais de R$ 14 milhões em mobiliário, materiais e equipamentos; e ainda contratou R$ 17 milhões para aquisição de conjuntos escolares, longarinas e utensílios de cozinha.

Cerca de 60% dos produtos comprados são de empresas e indústrias paranaenses, com a manutenção de 4,5 mil empregos diretos e indiretos.

FUNDO ROTATIVO – No primeiro semestre de 2021, a Fundepar, por meio do Programa Fundo Rotativo, destinou cerca de R$ 52 milhões às escolas. O programa descentralizado de recursos financeiros oferece mais rapidez e autonomia aos gestores com participação da comunidade escolar e foi utilizado para aquisições de materiais necessários à atividade educacional e serviços de manutenção predial. Os investimentos acontecem diretamente no comércio local dos municípios.